Moradores cobram resposta da Prefeitura do Natal sobre casas afetadas por queda de muro de lagoa de captação
Natal, RN 13 de abr 2024

Moradores cobram resposta da Prefeitura do Natal sobre casas afetadas por queda de muro de lagoa de captação

13 de setembro de 2023
5min
Moradores cobram resposta da Prefeitura do Natal sobre casas afetadas por queda de muro de lagoa de captação

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Sem saber quando serão iniciadas as obras de recuperação das casas onde moravam e que foram afetadas pela queda do muro de arrimo da lagoa de captação Ouro Preto, localizada na etapa III do Conjunto Pirangi, no bairro de Neópolis no dia 21 de agosto, os moradores fizeram um protesto na manhã desta quarta (13) e cobraram informações da Prefeitura do Natal e uma reunião com o Secretário Municipal de Infraestrutura (Seinfra), Carlson Gomes.

O secretário deu entrevista e disse que o muro da lagoa vai ser refeito, mas as casas só com determinação da justiça. Queremos saber o que vai acontecer porque estamos morando de aluguel social, que você sabe que é hoje e não é amanhã. O prefeito disse em rede nacional, e a gente tem tudo gravado, que tudo ia ser reconstruído...refeito. Agora a história mudou, a lagoa vai ser reconstruída, agora as casas, só com determinação da justiça”, reclama Luzimar Medeiros, que teve não apenas a casa interditada, mas a lanchonete que funcionava no mesmo espaço e de onde ela tirava sua renda.

A comerciante se refere a uma entrevista concedida pelo titular da Seinfra ao Jornal da Cidade, da 94FM, esta terça (12). Carlson Gomes fala que a secretaria fez a topografia e contratou uma empresa para fazer o projeto de contenção do muro.

"Tem a outra etapa que é a recuperação das casas que é um processo que também tramita na justiça e que está a cargo da Secretaria de Habitação. Deixar bem claro que o município chegou de prontidão, estivemos lá mais de uma vez, foi feito de imediato os aluguéis sociais, foi feito, por segurança, mais um bloqueio... se for para reconstruir as casas, e tá dependendo de decisão judicial de um processo que tramita pela PGM [Procuradoria Geral do Município] e Seharpe [Secretaria Municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes], o município também fará a recuperação de todas as casas, palavra, inclusive, do prefeito Álvaro Dias lá no local e nas visitas", declarou Carlson Gomes durante a entrevista.

Luzimar morava na mesma casa há 27 anos. Com a queda do muro da Lagoa Ouro Preto, os fundos de sua casa, onde ficava a área de serviço, também foi levado. Ao todo, seis adultos e duas crianças moravam na residência.

Minha vida tá bem difícil porque eu tinha um comércio na minha rua, que tá fechado. Minha filha que trabalha fora e é quem tá mantendo tudo dentro de casa. Nossa rotina de vida mudou tudo. Lá tinha meus clientes antigos, conhecia todo mundo”, lamenta Luzimar com a voz embargada pela tristeza.

Luzimar teve a casa e a lanchonete interditada I Imagem: cedida

Da janela do quarto de Vanessa, filha de Luzimar, ao invés da área de serviço, a vista é para o precipício que se formou pelo desmoronamento do muro da lagoa.

Temos várias preocupações, quando irão começar as obras, se de fato elas serão iniciadas, quanto tempo vai durar... das casas atingidas e da lagoa também... quando poderemos retornar para nossas casas. Querendo ou não, tudo da Prefeitura é extremamente demorado. NO dia do ocorrido falaram pra gente que queriam fazer tudo o mais rápido possível e toda aquela história de sempre, infelizmente, é assim que acontece. Disseram que no dia seguinte teria gente aqui trabalhando, mas na próxima semana vai fazer um mês e nada foi feito”, desabafa Vanessa Medeiros.

Imagem da janela do quarto de Vanessa I Imagem: cedida

Um total de oito casas foram interditadas por causa da queda do muro de arrimo da lagoa de captação Ouro Preto, no Conjunto Pirangi, em Neópolis. Pelo menos 20 pessoas moravam nos imóveis afetados.

Os moradores também contam que as lonas colocadas no local para fazer a contenção e evitar nossos deslizamentos já estão rasgadas pela ação do tempo. Preocupação que problema avance para outras residências, localizadas na rua da frente de onde ocorreu o desmoronamento.

O que acontece é que isso é um problema não só para as pessoas que tiveram as casas afetadas. Claro que a situação delas é muito pior, mas os moradores da rua da frente também estão preocupados com novos deslizamentos que possam chegar nessas casas”, relata Breno Cardoso, morador.

De acordo com a assessoria de imprensa da Seinfra, em resposta à Agência Saiba Mais, uma reunião entre o titular da pasta e os moradores deve ser marcada assim que ficar pronto o estudo topográfico do local, programado para ser concluído até essa sexta (15). O mesmo estudo também é aguardado pelo setor de Conservação da Seinfra, para poder dar início às atividades.

Moradores de Neópolis que tiveram casas afetadas por queda de muro de lagoa de captação protestam I Imagem: cedida

Saiba +

Vídeo: Moradora interrompe entrevista e critica prefeito ao vivo depois de perder casa por queda de muro de lagoa de captação em Natal

Moradores pedem reunião e cronograma de recuperação das casas destruídas por queda de muro de lagoa em Natal

Vereadora de Natal diz que gestão Álvaro Dias poderia ter evitado desabamento de casas

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.