Partido de Marina Silva repudia ataques contra ministra por geóloga no RN
Natal, RN 3 de mar 2024

Partido de Marina Silva repudia ataques contra ministra por geóloga no RN

26 de setembro de 2023
2min
Partido de Marina Silva repudia ataques contra ministra por geóloga no RN

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar
A Rede Sustentabilidade, partido fundado pela ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, divulgou uma nota nesta segunda-feira (25) em que repudia as falas de Maria Claudia Pereira de Araújo, geóloga da Petrobras em Natal, contra a acreana. O caso foi divulgado pela Agência Saiba Mais. Em um grupo de mensagens com membros da estatal, Araújo chamou Marina de “louca”, “nojenta” e, comentando, sobre a indicação do presidente Lula para o Supremo Tribunal Federal, disse que espera “que o Lula não coloque uma dessas no STF”. De acordo com a Rede, as atitudes da servidora da Petrobras têm uma “forma racista, misógina e criminosa”. “Inaceitável, não por se tratar de uma Ministra ou uma das ativistas ambientais mais respeitadas do mundo, mas por ser inadmissível qualquer mulher ser tratada desta forma”, escreveu o partido em nota. “Tomaremos as providências cabíveis para responsabilizar a autora e esperamos que a Petrobras e o Ministério das Minas e Energia se posicionem da forma que uma circunstância grave como essa exige”, diz um trecho assinado pela Executiva Nacional da sigla. Elo de Mulheres se posiciona A Secretaria Nacional de Mulheres da Rede Sustentabilidade, chamada de Elo Mulheres, também emitiu uma nota sobre o caso. “A forma pela qual a Sra. Maria Cláudia se referiu à Ministra, como uma mulher negra, foi eivada de dolo racista, além de possuir o claro intuito, em todas as suas falas, de diminuir a imagem da Ministra perante os demais membros do grupo, em clara ofensa à sua honra, pelo fato de ser uma mulher negra em um espaço de poder”, frisou o órgão partidário.

Saiba mais

Geóloga da Petrobras no RN comete racismo e misoginia contra Marina Silva: “Mulher nojenta” e “louca”

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.