Conselho tutelar: mudança de comissão eleitoral vai ser avaliada após erro no pleito de Natal
Natal, RN 17 de jul 2024

Conselho tutelar: mudança de comissão eleitoral vai ser avaliada após erro no pleito de Natal

6 de outubro de 2023
3min

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica) de Natal informou que pode mudar a composição da comissão eleitoral após um erro na distribuição das urnas eletrônicas na capital. O problema acarretou no adiamento das eleições na cidade.

A informação foi confirmada por Érica Rayssa, presidente do Comdica, que prestou esclarecimentos à Câmara Municipal nesta quinta-feira (5).

"Estamos identificando todos os problemas e avaliando tudo que ocorreu para que Natal possa realizar uma eleição para conselheiro tutelar com responsabilidade e máxima lisura”, disse.

“Vai acontecer uma reunião extraordinária dentro do Conselho para deliberar sobre a substituição ou manutenção da Comissão Eleitoral. Tudo será decidido em colegiado, de forma democrática”, informou.

Também presente, o presidente da comissão eleitoral natalense, Cristiano Manoel Dantas, disse que aconteceu um problema na entrega das urnas e detalhou a sequência de erros. 

"As urnas foram enviadas no tempo correto, porém, houve um erro no processo de distribuição dessas urnas para os locais de votação o que ocasionou todo esse contratempo, todo esse imprevisto, o que impossibilitou que a eleição fosse realizada”, afirmou.

Segundo ele, os cadernos de votação estavam nas escolas, mas as urnas não correspondiam à sessão eleitoral. 

“Então, não teve problema com o caderno, não teve problema com a urna, a falha foi na logística da distribuição dessas urnas", explicou o servidor.

O adiamento, ainda na manhã do domingo (1º), obedeceu a uma recomendação do Ministério Público. O Comdica indicou o dia 29 de outubro como a nova data para as eleições, e aguarda a confirmação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN).

Dantas disse ainda que a comissão eleitoral se reuniu com as secretarias envolvidas no pleito e já solicitou uma reunião com o TRE. 

“Vamos aguardar o posicionamento do TRE para definir como que a gente vai dar continuidade a esse processo daqui para frente, tendo em vista que só será possível reparar o erro do dia 1º de outubro oportunizando um ambiente favorável para que as pessoas, na data definida, possam votar e os candidatos e candidatas possam ser votados", completou. 

Natal foi a única capital do Brasil em que a votação teve que ser adiada. No RN, Ceará-Mirim e Areia Branca também vão realizar novas votações.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.