Conselho tutelar: mesária de Natal relata falhas em treinamento antes da eleição
Natal, RN 16 de jul 2024

Conselho tutelar: mesária de Natal relata falhas em treinamento antes da eleição

2 de outubro de 2023
4min

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

As eleições para o Conselho Tutelar canceladas em Natal neste domingo (1º) tiveram debilidades antes mesmo do dia do pleito. Adiada para 29 de outubro após um erro na distribuição das urnas por locais de votação, os servidores da Prefeitura convocados para trabalhar como voluntários foram chamados uma semana antes e tiveram um dia de treinamento, em que nem todos puderam manusear as urnas eletrônicas. As informações são de uma funcionária da Prefeitura que atuou na eleição e preferiu não se identificar.

Segundo essa servidora, a convocação dos voluntários ocorreu no fim de semana passado. O treinamento ficou para a quarta-feira (27), com outra data na sexta-feira (29) para quem não pôde participar antes. O local escolhido foi o Centro Municipal de Referência em Educação (Cemure).

“Um treinamento de 1h30 fraquíssimo. Não teve nem oportunidade de todo mundo manusear as urnas”, diz a mulher, ao explicar que apenas uma parte dos mesários puderam ter o contato direto com o aparelho antes do dia da votação.

O responsável pela organização do processo de escolha dos novos conselheiros é o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (Comdica), órgão ligado à Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas) da Prefeitura de Natal.

Pouca informação e escolas desorganizadas

Outro problema relatado, segundo esta funcionária, foi que no dia do treinamento os voluntários só receberam a informação da escola em que iriam ficar, e nada mais. Depois, a Prefeitura só voltou a entrar em contato para avisar de outras informações, como horário de chegada, seção em que cada um iria ficar e se a pessoa seria mesária ou presidente de seção e mais, no sábado (30) às 17h, poucas horas antes do início da eleição, marcada para às 8h do domingo. 

“E comigo nem entraram em contato. Eu simplesmente fui porque tinha me comprometido”, relata a servidora.

A mulher, que chegou ao colégio às 7h para o voluntariado, diz que encontrou um cenário de desorganização.

“Não tinha quase ninguém. A escola não tinha nem sido organizada pras eleições. Tudo sujo”, descreve.

O cancelamento

O cancelamento foi comunicado pelo Comdica ainda na manhã do domingo, atendendo a uma recomendação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN). O motivo foi um um erro na distribuição das urnas eletrônicas, que foram entregues sem ser observada a numeração de cada urna de acordo com o local de votação. A falha fez com que o caderno de votação de cada seção não batesse com os eleitores cadastrados nas urnas.

“A listagem das seções chegou depois das 8h, e não batia com as seções. Quando você digitava o número do título do eleitor dava que não tava cadastrado na urna, isso em todas as urnas na escola”, diz a mesária.

A Prefeitura

Segundo a própria Prefeitura informou antes do domingo, o Comdica criou um grupo de apoio com o auxílio do Executivo, que inclui a participação de diversas secretarias municipais com apoio logístico e infraestrutura. 

Cerca de 600 servidores atuaram como mesários e receberam  transporte e alimentação. Foi disponibilizado ainda o apoio da Guarda Municipal de Natal, da Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), de Planejamento (Sempla), Comunicação (Secom) e da Secretaria de Educação, que cedeu 29 escolas como locais de votação. 

A Procuradoria Geral do Município (PGM) ficou responsável pelo apoio jurídico ao pleito. A logística foi articulada pela Secretaria Municipal de Governo.

Eram 212 urnas em 35 locais de votação, sendo 70 urnas na zona Norte, 56 urnas na zona Sul, 36 urnas na zona Leste e 50 urnas na zona Norte.

Procuramos o presidente da comissão eleitoral em Natal, Cristiano Manoel, para comentar as críticas às falhas relatadas pelas servidoras. O presidente atendeu à ligação e informou que em seguida retornaria, mas não obtivemos sucesso até o fechamento desta matéria.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.