Rede estadual abrirá quase 10 mil novas vagas de tempo integral no RN
Natal, RN 3 de mar 2024

Rede estadual abrirá quase 10 mil novas vagas de tempo integral no RN

26 de novembro de 2023
0min
Rede estadual abrirá quase 10 mil novas vagas de tempo integral no RN
Foto: freepik

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Tanto o Governo do Estado quanto a Prefeitura do Natal aderiram, no Rio Grande do Norte, ao Programa Escola em Tempo Integral, lançado em setembro pelo governo Lula, o que vai permitir o repasse de 50% dos recursos pactuados entre as instituições ainda este ano.

Pelo programa, as secretarias de Educação informam ao Ministério da Educação (MEC) se disponibilizarão o número de vagas sugerido pela União para a região. Elas também indicam em quais segmentos da educação básica serão criadas as matrículas em tempo integral: se creche ou pré-escola (no caso da educação infantil) ou anos iniciais e finais do ensino fundamental, ou ensino médio (no caso da rede estadual).

Com a pactuação, o Governo do Estado vai oferecer 6.922 vagas para o Ensino Fundamental e 3.017 matrículas para o Ensino Médio, num total de 9.939 matrículas em tempo integral, uma ampliação de 55% das vagas.

Atualmente, a rede estadual de ensino tem 148 escolas, sendo 54 no Ensino Fundamental e 94 no Ensino Médio, totalizando, aproximadamente, 18 mil matrículas. Já para 2024, a estimativa é de que o número de escolas de ensino médio em tempo integral passe para 115 e, no ensino fundamental, para 65, num total de 180 escolas com a oferta de ensino integral.

Saiba Mais: RN prevê que 50% das escolas funcionem em tempo integram até 2025

No caso da rede estadual, a pactuação deve garantir o repasse de, aproximadamente, R$ 16 milhões para o RN. Os recursos serão transferidos à medida que forem efetivadas as matrículas pactuadas e segundo os dados do Censo Escolar de 2023.

Natal

Já a Prefeitura do Natal, que também celebrou a pactuação através da Secretaria Municipal de Educação, vai ofertar 1.539 novas matrículas em tempo integral.

O repasse para estados e municípios foi a forma encontrada pelo governo federal para incentivar a ampliação do número de vagas em escolas que garantam a permanência do aluno em tempo integral na rede pública de ensino.

Com o programa, o MEC quer ampliar em um milhão o número de matrículas de tempo integral nas escolas de educação básica de todo o Brasil já em 2023, por meio de um investimento total de R$ 4 bilhões. A meta é alcançar, até 2026, um total de 3,2 milhões de matrículas. 

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.