RN foi 2º estado do Brasil com maior porcentagem de presentes no Enem
Natal, RN 15 de jun 2024

RN foi 2º estado do Brasil com maior porcentagem de presentes no Enem

6 de novembro de 2023
3min
RN foi 2º estado do Brasil com maior porcentagem de presentes no Enem
Foto: Paulo Pinto/Agência Brasil

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Rio Grande do Norte entrou no “pódio” de estados campeões de presença no primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Das 100.712 pessoas que se inscreveram para participar das provas no RN, 75,1% compareceram. 

O percentual só foi menor do que o do Sergipe, onde 75,4% dos habilitados participaram das provas. As informações são do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). 

A porcentagem de faltosos potiguares, portanto, foi de 24,9%, o equivalente a um em cada quatro pessoas. Ou seja, o número de faltosos também foi próximo de 25 mil participantes. 

O número seguiu pouco abaixo da média nacional de ausentes, que foi de 28,1%.

Ao todo, 40 cidades do estado receberam as aplicações do Enem neste primeiro dia do exame, realizado no domingo (5).

Foram 255 locais de prova e 3.384 salas disponibilizadas. 

Dos inscritos, entre presentes e ausentes na primeira prova, 61.723 (61,2%) já concluíram o ensino médio. Os concluintes deste ano são 25.705 (25,5%). Entre os inscritos, 12.900 (12,8%) são estudantes do 1º ou 2º ano, que vão fazer o Enem com o objetivo de testar conhecimentos. Outros 384 (0,5%) também são treineiros, tendo em vista que não cursam nem concluíram o ensino médio.

Os 100 mil participantes potiguares representam 2,6% dos mais de 3,9 milhões em todo o Brasil. As mulheres são maioria, representando 58,9% (59.346) das inscrições, enquanto os homens, 41,1% (41.366).

Quanto à faixa etária, 26.598 candidatos têm menos de 18 anos de idade e 74.114 são maiores.

A prova

A aplicação do Enem ocorre em dois dias. Os participantes fazem provas de quatro áreas de conhecimento. Neste domingo (5), eles foram testados em 90 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias; e ciências humanas e suas tecnologias. 

Os concorrentes também são avaliados por meio de uma redação, que exige o desenvolvimento de um texto dissertativo-argumentativo a partir de uma situação-problema. O tema deste ano foi “Desafios para o enfrentamento da invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil”.

No segundo dia do exame, a ser realizado em 12 de novembro, as áreas serão de ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias, fechando as 180 questões objetivas.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.