Servidores do INSS se mobilizam contra fechamento de unidades em Natal
Natal, RN 23 de fev 2024

Servidores do INSS se mobilizam contra fechamento de unidades em Natal

14 de dezembro de 2023
3min
Servidores do INSS se mobilizam contra fechamento de unidades em Natal

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Os servidores do INSS em Natal estão mobilizados após o fechamento das agências da Ribeira e da Zona Norte e o anúncio do fim das atividades (programado para abril de 2024) da unidade Natal Sul, que fica na avenida Nascimento de Castro.

O Sindicato dos Trabalhadores Federais em Previdência, Saúde e Trabalho do Rio Grande do Norte (Sindprevs/RN) vai realizar, junto à categoria e à sociedade, ato público na sexta-feira (15), às 8h, em frente à APS Natal Sul. Outra manifestação ocorreu na terça-feira (12), em frente à gerência executiva do INSS, na rua Apodi.

Em carta aberta, o Sindprevs alerta que a unidade atende a uma população que chega a cerca de 200 mil pessoas, sendo ainda a única agência especializada em atendimento para advogados.

Além de chamar atenção para a ameaça do fechamento, a intenção é lembrar outras pautas, como a realização urgente de concurso público, a volta do atendimento presencial à população, plano de carreiras e a adoção de 30h para todo o serviço público.

O sindicato dos trabalhadores da Previdência alerta que o fechamento das unidades do INSS é um projeto do governo Bolsonaro que ainda não foi freado com a gestão de Lula e que tem reunido forças junto a outros sindicatos e mandatos populares.   

Quanto à agência da zona Norte, o diretor do Sindprevs Francismar Maia lembra que “o INSS procurou o governo do estado, que ofereceu a Central Cidadão, mas o órgão retirou a perícia médica: “Desde o dia 1º de junho deste ano, a perícia médica saiu da Zona Norte. Ou seja, um prejuízo enorme, uma questão social terrível com relação a uma área da cidade com quase 400 mil habitantes.”

Francismar ressalta que os trabalhadores querem que as agências sejam mantidas, se não nos prédios onde estavam, que migrem para outros. “Essa é a nossa luta pra não vir um prejuízo maior à população, como é ocaso da zona Norte e da zona Leste da cidade. Pra que a população tenha bom atendimento, também é necessário ter gente, concurso. Estamos com defasagem de cerca de 20 mil servidores em todo o Brasil”, pontua ele.

Confira texto divulgado pelo Sindprevs nesta semana:

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.