Apenas 30% das crianças receberam 2ª dose contra a Covid-19 em Natal
Natal, RN 29 de mai 2024

Apenas 30% das crianças receberam 2ª dose contra a Covid-19 em Natal

4 de janeiro de 2024
4min
Apenas 30% das crianças receberam 2ª dose contra a Covid-19 em Natal
Foto: Joana Lima / Secom

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Em Natal, a vacinação com a 1ª dose contra a Covid-19 entre o público infantil alcançou a casa dos 60% e ainda não atingiu a meta dos 90% de cobertura, estabelecida pelo Ministério da Saúde. Esse percentual cai mais ainda quando se trata da segunda dose em diante para completar o ciclo de imunização.

É que boa parte dos pais, mães ou responsáveis que vacinaram os filhos contra a Covid-19 com a 1ª dose, não deram continuidade ao calendário de imunização. Com isso, a cobertura vacinal contra a doença caiu para cerca de 30% entre o público infantil, segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Natal. A expectativa é que esse cenário mude com a entrada da vacina contra a Covid-19 para o Calendário Nacional de Vacinação das crianças.

A gente nota que as pessoas não voltam para completar o esquema. A entrada dessa vacinação para a rotina obriga as equipes do programa de Estratégia da Saúde da Família a fazerem a busca ativa pelas crianças não vacinadas ou com o calendário incompleto, obriga os pais a aceitarem a vacina, porque o índice de recusa é muito alto. Os pais autorizam as demais vacinas do calendário, mas são resistentes a que o profissional faça para Covid-19”, revela Veruska Ramos, Coordenadora Núcleo de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde de Natal.

Já entre os idosos, a cobertura vacinal chega a ser de 80% para a Covid-19.

“Para evitar que essa cobertura caísse, o Ministério da Saúde incluiu os idosos e imunossuprimidos acima dos 12 anos já com a bivalente como dose de reforço. Fora esses dois grupos, têm direito de tomar uma dose de bivalente, independentemente de ter iniciado ou completado o esquema vacinal, a população em situação de rua”, acrescenta Veruska Ramos.

A vacina contra a Covid-19 foi incluída no Calendário Nacional de Vacinação em 1º de janeiro de 2024. No caso das crianças com idade entre 6 meses e 04 anos, 11 meses e 29 dias, a orientação do Ministério da Saúde é de que sejam aplicadas três doses da vacina para garantir a proteção contra a Covid-19, sendo a primeira aos 6 meses, a segunda aos 7 meses e a terceira aos 9 meses de idade.

Quem começar a vacinação com atraso ou não tiver concluído o esquema até os 9 meses de idade, poderá receber a vacina até os 4 anos, 11 meses e 29 dias, respeitando os intervalos mínimos recomendados (04 semanas entre a 1ª e 2ª dose; e 08 semanas entre a 2ª e 3ª dose).

Quem deve se vacinar?

Uma das mudanças resultantes da entrada da vacina para o calendário infantil de vacinação, é que o imunizante não está mais disponível para a população geral. Apenas as crianças menores de 5 anos e pessoas que fazem parte de algum dos grupos prioritários poderão se vacinar daqui para a frente. São considerados grupos prioritários: pessoas com 60 anos ou mais (idosos) e imunossuprimidos (pessoas com baixa imunidade, como pacientes com câncer e pessoas com HIV, por exemplo) com 12 anos ou mais.

Além disso, o Ministério da Saúde não está mais fazendo a distribuição das vacinas monovalentes. Agora, apenas os imunizantes do tipo bivalente estão sendo distribuídos porque são as vacinas mais eficazes contra as novas variantes do vírus.

Os municípios que ainda têm em estoque, como aqui em Natal, vão continuar utilizando para concluir o esquema de quem não tomou a 2ª dose. Quem já tem duas doses, encerra o esquema com elas e, a partir de agora, o Ministério trabalhará somente com a vacina bivalente”, informou Veruska Ramos.

A coordenadora do Núcleo de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde de Natal também explica que o número de infecções por Covid-19 tem aumentado nos últimos meses, porém com queda no índice de letalidade por causa da cobertura vacinal.

Além dos postos de saúde, a Prefeitura do Natal vai manter dois pontos extras de vacinação: no Partage Norte Shopping, na Zona Norte, e no Shopping Midway Mall. A equipe que ficava no Via Direta foi transferida para o posto colocado na Árvore de Mirassol, que fica aberto até o sábado (6). A Secretaria Municipal de Saúde ainda estuda a criação de uma equipe volante para atuar durante o período de veraneio em diferentes shoppings da capital.

Saiba +

Crianças já podem se vacinar contra Covid-19 em 2024

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.