Crianças com deficiência terão salas exclusivas em Centrais do Cidadão
Natal, RN 2 de mar 2024

Crianças com deficiência terão salas exclusivas em Centrais do Cidadão

27 de janeiro de 2024
3min
Crianças com deficiência terão salas exclusivas em Centrais do Cidadão
Imagem: Coordenadoria de Atendimento ao Servidor e ao Cidadão (CODACI)

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A partir de fevereiro, o Rio Grande do Norte vai iniciar a implantação de salas para atender crianças com deficiência nas Centrais do Cidadão do estado — em especial aquelas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). A unidade de Capim Macio, na zona sul de Natal, será a pioneira a oferecer o serviço.

O projeto, chamado Central Acolhe, busca oferecer um ambiente acolhedor e adequado que facilite a interação, compreensão e o atendimento personalizado às necessidades das crianças com deficiência na emissão da Carteira de Identidade Nacional (CIN), promovendo a inclusão e a acessibilidade.

Para garantir a eficiência no atendimento, uma das principais características dessas salas é a redução significativa da poluição sonora e visual. A sala estará em um local à parte do resto da Central do Cidadão, em um ambiente mais silencioso para possibilitar a diminuição de desconfortos sensoriais frequentes em casos de TEA, por exemplo. Além disso, a decoração foi planejada para ser suave e reconfortante, evitando estímulos visuais excessivos.

Segundo a Coordenadoria de Atendimento ao Servidor e ao Cidadão (CODACI), a montagem da sala começa na quarta-feira (31), mas a data concreta para o início do funcionamento em fevereiro ainda será fechada.

O projeto foi desenvolvido em parceria com mães atípicas e profissionais da psicologia para crianças com deficiência, que guiaram o conceito de um espaço ideal para o atendimento desse público.

Além da unidade de Capim Macio, também terão as salas do Projeto Central Acolhe, no primeiro semestre de 2024, as Centrais do Cidadão do Bairro Potengi, na Zona Norte de Natal, e do Terminal Rodoviário de Mossoró. Para o segundo semestre está prevista a implantação nas Centrais do Cidadão de Caicó, Currais Novos e São Miguel.

Luis Renato Nogueira, coordenador-geral da Central do Cidadão, disse esperar que o novo ambiente proporcione um sentimento de acolhimento aos usuários.

“Identificamos a demanda crescente no atendimento a esse público e estamos, há meses, planejando com cuidado um espaço que seja acolhedor e facilite o bem-estar dessas crianças, por isso o nome Central Acolhe”, afirmou.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.