O ano de 2024 como divisor de águas para o Partido dos Trabalhadores
Natal, RN 29 de fev 2024

O ano de 2024 como divisor de águas para o Partido dos Trabalhadores

23 de janeiro de 2024
4min
O ano de 2024 como divisor de águas para o Partido dos Trabalhadores
Foto: Acervo Pessoal

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Sem sombra de dúvidas, o ano de 2024 será muito importante para a vida em muitas cidades, muito destacadamente para as principais cidades da Grande Natal em que, ao que tudo indica, o Partido dos Trabalhadores, o PT, terá candidaturas em importantes colégios eleitorais.

Sim, Natal e Parnamirim terão de decidir entre projetos que se repetem historicamente e novos conceitos de gestão que surgem a frente de seus respectivos cidadãos.

Se de um lado existem gestores que historicamente não tem se comprometido em ouvir o povo, do outro há aqueles que querem fazer diferente, colocando comunidades como “sujeito” de seus processos políticos e em constantes movimentos de diálogos e de consultas à sociedade organizada. Os feitos da prefeitura de Natal, por exemplo, serão julgados pelos cidadãos e pelas cidadãs da capital do estado este ano, o mesmo acontecendo com a prefeitura de Parnamirim.

Os novos postulantes que buscam um lugar no executivo dessas cidades se colocam como tendo um visão diferente dos que hoje sentam nos gabinetes de suas atuais gestões. Pelo que temos acompanhado, os pré-candidatos para o próximo mandato – de 2025 a 2028 – têm se colocado com defensores de um programa de ações que insira uma nova visão de governança municipal, uma que vise tanto os seus problemas como suas potencialidades.

Em Parnamirim, por exemplo, o Partido dos Trabalhadores – PT – considera que o momento é o de incluir os que desde sempre ficaram de fora da agenda dos últimos governos da cidade. Para o partido, um dos objetivos é inverter prioridades e construir políticas públicas geradoras de cidadania que combatam a miséria, a pobreza e a exclusão social na cidade – um dado, já, visivelmente presente no município.

Inspirado pelo exemplo do presidente Lula, em Parnamirim o partido tem defendido a ideia de buscar mais participação cidadã, de investir na periferia em infraestrutura urbana para melhoria da vida nessas regiões. Nesse cenário, a escola, por exemplo, é um aparelho social que merecerá uma atenção diametralmente diferente do que tem tido no atual governo – é o que dizem.

A ideia é buscar, portanto, cada vez mais, mais participação cidadã, fomentando diálogo constante com os movimentos sociais, cooperativas, associações e sindicatos, refletindo sobre programas locais que promovam a geração de emprego e renda dentro do próprio município. Ainda, segundo o partido, é necessário que a próxima gestão considere os servidores municipais como principais aliados, e que construa caminhos para melhoria da qualidade de vida no trabalho, pensando suas carreiras de modo digno.

Para especialistas em política e eleições, é preciso que os próximos postulantes a gestores, pensem suas cidades de modo sustentável, considerando o cuidado com todos os ecossistemas a fim de garantir uma boa qualidade de vida para todos, especialmente em tempo de insegurança climática.

De fato, Natal e Parnamirim terão pela frente desafios que somente o povo poderá decidir. Para isso, terão de escolher os próximos gestores que, ainda segundo PT, tem sonhado em ter uma região por ele governada, em que o desenvolvimento possa ser mais comum e feito em conjunto, caso a sigla obtenha êxito nesses dois colégios eleitorais

Ainda, em consolidando a reeleição do atual prefeito de São Gonçalo e pré-candidato à reeleição – Heraldo Paiva –, o Partido dos Trabalhadores poderá ter, pela primeira vez na história, a cadeira do executivo nas três maiores cidades da Grande Natal.

Quem viver verá

Albéris Eron Flávio de Oliveira

Professor, filiado ao PT.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.