O Argueiro e a Trave
Natal, RN 3 de mar 2024

O Argueiro e a Trave

29 de janeiro de 2024
2min
O Argueiro e a Trave

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Por Lázaro Amaro

Muitos intelectuais e muitos crentes não aceitam enxergar a alma como um fato. Isso é fato! Também não reconhecem que a necessidade da política se justifica na felicidade pública. Assim como não se pode considerar rico um país onde o povo seja pobre, um país não é feliz se seu povo não é feliz. Mas confundem qualquer alegria com falta de infelicidade.

Ninguém pode ser feliz diante das misérias, ainda que se encontre conforto na fé, que é algo personalíssimo e muito íntimo. Há agora bonecas e bonecos que trabalham. Não se sabe bem ainda de suas jornadas exatas, mas já se sabe que são extremas e que não recebem salários ou outras formas de pagas por elas. Nem o mínimo!

Há muitos soldados e muitas soldadas. Não sei dizer ainda se têm alma. Se tiverem, que nos saibam perdoar. Um dia, muito depois de seus avós mais antigos, os humanos tomaram consciência, embora nem tanta. Não preocupa a robótica, embora interesse. Preocupa a escravização das almas.

Por isso, mesmo no carnaval, os palhaços também choram. E, fato, somente é possível ser feliz se for na alma, na alma do mundo todo e na alma de todo mundo.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.