Saúde do RN mantém greve e faz acampamento na Governadoria
Natal, RN 21 de mai 2024

Saúde do RN mantém greve e faz acampamento na Governadoria

22 de abril de 2024
4min
Saúde do RN mantém greve e faz acampamento na Governadoria
Foto: Sindsaúde/RN

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Servidores da saúde estadual decidiram manter a greve da categoria, que começou em 3 de abril. A decisão foi tomada em assembleia na última quinta-feira (18).

A posição de continuidade, segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do RN (Sindsaúde), surge pela falta de retorno do governo Fátima Bezerra (PT) à contraproposta, apresentada em reunião pelo sindicato, de reposição salarial de 10,41%.

A partir das 9h desta segunda-feira (22), um acampamento foi montado em frente à Governadoria, no Centro Administrativo. O Sindsaúde reclama que a categoria acumula uma perda salarial de 26,52%, considerando a inflação.

“A gente apresentou na assembleia que teve na quinta-feira a proposta do governo, mas a categoria não aceitou, ninguém está aceitando parte da recomposição, que não significa uma recomposição total das perdas, mas uma parte e somente para o próximo ano”, diz a coordenadora do Sindsaúde, Rosália Fernandes.

“Além de ser um percentual que não recompõe as perdas, é apenas para o ano de 2025. E uma outra coisa é que o governo não colocou na pauta as perdas da inflação de 2022, apenas 2023. Então a categoria rejeitou a proposta e em função disso a gente deliberou que a partir de hoje (22) a gente vai montar acampamento aqui na Governadoria”, aponta a sindicalista. 

A proposta inicial do governo era de reajuste zero para este ano. Com as mesas de negociação, o Executivo, então, se propôs a pagar 2,31% somado ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2024 em abril de 2025, e 2,31% somado ao IPCA de 2025 em abril de 2026. 

O sindicato, então, fez uma contraproposta de 10,41%, que considera o IPCA de 2022 (5,79%) somados a 4,62 %, que é a inflação dos últimos dois anos, para maio de 2025.

O Sindsaúde informou que a contraproposta de 10,41% não é o ideal e o que a categoria merece. 

“No entanto, trata-se de uma negociação e nesse sentido é preciso buscar meios possíveis de se conquistar resultados positivos, ainda que não sejam completamente satisfatórios”, disse a entidade.

O governo ofereceu ainda: aumento de carga horária de 30h para 40h em maio 2024 para até 1/3 das pessoas que solicitaram. Os demais servidores (pelo menos mais 1/3) serão reenquadrados a partir de 2025, de acordo com necessidade do governo; reenquadramento pelo tempo de serviço dos servidores com mais de 30 anos para maio de 2025; aplicação do piso da enfermagem para os aposentados através de um canal de diálogo entre o governo e o Ministério da Saúde; alteração legislativa para que o plantão eventual pago com habitualidade integre a base de cálculo da gratificação natalina. O governo avalia ainda a implantação do piso da radiologia para maio de 2025.

Natal

Já na capital potiguar, a Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) aprovou o pedido de tutela antecipada em caráter incidental, solicitado pelo Município de Natal, para que os trabalhadores da saúde da capital, que estavam em greve desde terça-feira (16), suspendessem imediatamente a paralisação e garantissem o retorno integral dos serviços de saúde locais. A decisão foi publicada na última quinta-feira (18), assinada pelo desembargador João Rebouças, tendo como alvos os cinco sindicatos de profissionais da saúde do Estado, incluindo o Sindicato dos Enfermeiros e o Sindicato dos Servidores Públicos de Natal. 

Diante da decisão judicial, o SindsaúdeRN orientou, ainda na quinta, que os servidores retornem aos seus locais de trabalho imediatamente, já que o desembargador aplicou uma multa diária no valor de R$ 5 mil aos grevistas e aos dirigentes sindicais. Apesar disso, a categoria se reúne, na próxima terça-feira (23), às 9h, em uma assembleia geral a ser realizada em frente à Prefeitura de Natal.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.