Advogado da OAB Mossoró pede afastamento após vídeo de agressão à mulher
Natal, RN 13 de jun 2024

Advogado da OAB Mossoró pede afastamento após vídeo de agressão à mulher

29 de maio de 2024
2min
Advogado da OAB Mossoró pede afastamento após vídeo de agressão à mulher
Imagem: reprodução redes sociais

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte se manifestou após o surgimento de um vídeo no qual um homem aparece agredindo uma mulher. O agressor seria, supostamente, um dos membros da OAB de Mossoró. Uma fonte da Agência Saiba Mais confirmou que o advogado teria pedido afastamento depois de saber da divulgação do caso.

Por meio de nota e sem divulgar o nome do advogado, a instituição informou que soube do caso por meio da imprensa, que vai apurar o caso para que o responsável responda ao crime na justiça e que não admite violência de gênero.

Diante do lamentável episódio, a OAB/RN reitera que não admite nenhum tipo de ação ou conduta que resulte na violência de gênero e tomará as medidas cabíveis para que o responsável responda por seus supostos crimes na justiça”, traz um trecho da nota.

Desde 2019, o Conselho Federal da OAB elaborou uma Súmula que torna casos de agressões e violência contra a mulher fatores de impedimento de inscrição de bacharéis em Direito nos quadros da Ordem.

A direção da OAB no RN, por meio da nota, reafirmou a medida e detalhou que caso o agressor seja identificado como advogado inscrito na instituição, poderá ser expulso:

É importante destacar que o advogado que pratica conduta incompatível com a advocacia pode tornar-se moralmente inidôneo para o exercício da profissão (art. 34, XXVII, EAOAB). Caso se confirme a informação de que o agressor é um advogado, ele será submetido a um procedimento administrativo passível de exclusão dos quadros da OAB”.

A Comissão da Mulher Advogada da OAB também se manifestou e afirmou que “repudia toda e qualquer forma de violência contra a mulher e segue com seu posicionamento firme, em defesa da vida e da igualdade de gênero”.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.