Pesquisa analisa acessibilidade na praia de Ponta Negra; confira
Natal, RN 21 de jun 2024

Pesquisa analisa acessibilidade na praia de Ponta Negra; confira

31 de maio de 2024
4min
Pesquisa analisa acessibilidade na praia de Ponta Negra; confira
Foto: reprodução/Tribuna do Norte

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A pesquisa “Análise da acessibilidade para o fomento do turismo da praia de Ponta Negra/RN” quer realizar um diagnóstico de como é a acessibilidade no principal cartão postal da capital potiguar. O estudo, realizado pelo Observatório Potiguar de Turismo (Opotur), da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), foi inaugurado nesta quinta-feira, 31, de forma online, e será realizado também de forma presencial, na praia de Ponta Negra, Zona Sul de Natal, neste sábado, 01 e domingo, 02.

“A pesquisa surgiu pois trabalhamos com pesquisas e análises de mercado, e a região Nordeste é a que tem o maior índice de pessoas com deficiência no Brasil. E o objetivo da nossa pesquisa é analisar o aspecto da acessibilidade na Praia de Ponta Negra. E quais seriam esses aspectos? Por exemplo: se há rampas, se o atendimento é bom, se existem pontos sonoros para pessoas com deficiência visual, piso tátil, cardápios em braile…” explica Pedro Henrique, pessoa com deficiência física que integra o Opotur como coordenador de mídias.

Buscando um resultado mais concreto, o formulário online só aceitará respostas de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Ele pode ser acessado aqui e ficará disponível até o domingo, 02 de junho. 

A equipe do Observatório também estará na Praia de Ponta Negra neste final de semana, realizando a pesquisa de forma presencial nos seguintes pontos: feirinha de artesanato; letreiro de ‘Natal’; centro de artesanato; rampa que desce para a Praia, próximo ao Morro do Careca.

A pesquisa sobre acessibilidade na Praia de Ponta Negra tem como objetivo coletar dados que futuramente podem ser solicitados por entes públicos e privados para analisar e implementar políticas públicas relacionadas à inclusão e combate ao capacitismo, buscando melhorias no turismo potiguar para pessoas com deficiência.

Dúvidas podem ser tiradas no Instagram do Observatório Potiguar de Turismo, @opotur.rn.

Dados de pessoas com deficiência no Brasil

A população com deficiência no Brasil foi estimada em 18,6 milhões de pessoas de 2 anos ou mais, o que corresponde a 8,9% da população dessa faixa etária. O indicativo faz parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD): Pessoas com Deficiência 2022. Lançado no ano passado, o estudo surgiu de uma parceria entre a Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (SNDPD/MDHC) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O Nordeste foi a região com o maior percentual de população com deficiência registrada na pesquisa, com 5,8 milhões, o equivalente a 10,3% do total. Na região Sul, o percentual foi de 8,8%. No Centro-Oeste, 8,6% e, no Norte, 8,4%. A região Sudeste foi a que teve o menor percentual, com 8,2%.

Das 18,6 milhões de pessoas com deficiência, mais da metade são mulheres, com 10,7 milhões, o que representa 10% da população feminina com deficiência no país. Em relação à cor autodeclarada, o percentual de pessoas com deficiência dentro da população preta foi de 9,5%, enquanto entre pardos, 8,9% e brancos 8,7%.

Em relação às dificuldades investigadas, a mais declarada foi para andar ou subir degraus (3,4%), seguida por enxergar, mesmo usando óculos ou lentes de contato (3,1%).

A pesquisa ainda mostrou que pessoas com deficiência têm menor acesso à educação, ao trabalho e à renda.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.