Ponta Negra: como está praia que vai passar por engorda de R$ 73 mi
Natal, RN 30 de mai 2024

Ponta Negra: como está praia que vai passar por engorda de R$ 73 mi

3 de maio de 2024
6min
Ponta Negra: como está praia que vai passar por engorda de R$ 73 mi
Praia de Ponta Negra com Morro do Careca e enrocamento de pedras ao fundo I Foto: Mirella Lopes

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A Praia de Ponta Negra, localizada na Zona Sul de Natal, é facilmente reconhecida por causa do Morro do Careca, que acabou tornando-se o cartão postal da cidade e até mesmo do estado. Nesta quinta (02), a Prefeitura do Natal publicou um extrato do contrato com o Consórcio DTA-AJM, conforme informado pela Agência Saiba Mais, que venceu a licitação para os serviços de drenagem e engorda da praia a um custo de R$ 73.776.366,77. O Consórcio terá 150 dias para executar a obra, a partir do recebimento da Ordem de Serviço, e o contrato é válido por 210 dias, a contar de sua assinatura.

Imagem: reprodução Diário Oficial do Município

Ao todo, somando-se todas as etapas, o serviço na Praia de Ponta Negra vai custar um total de R$ 108.016.563,29, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional. Em setembro de 2023, a Prefeitura do Natal havia solicitado um complemento de recursos no valor de R$ 32.563.263,05. Mas, de acordo com o Ministério em resposta à Agência Saiba Mais, foi aprovada uma complementação de R$ 29.947.807,36. Com isso, os custos do Plano de Trabalho passaram de R$ 78.068.755,93 para R$ 108.016.563,29.

Atualmente, a praia enfrenta problemas como sujeira, surgimento de ratos nas áreas do enrocamento com pedras, falta de acessibilidade e depredação dos banheiros públicos, que foram entregues em 2015 como parte de um projeto de urbanização da orla. Algumas unidades ainda são mantidas em funcionamento porque proprietários de quiosques nas proximidades fazem a manutenção.

Ao longo da Praia de Ponta Negra, também é possível encontrar alguns pontos com marcas na areia que lembram ligações de água. Questionada pela Agência Saiba Mais, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) afirmou que não há ligações de esgoto na Praia de Ponta Negra, já a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) informou que as marcas podem ser da drenagem das águas da chuva que será melhorada e ligada à obra de engorda da praia.

Banheiros na Praia de Ponta Negra I Foto: Mirella Lopes
Vala na Praia de Ponta Negra I Foto: Mirella Lopes

Saiba +

Confirmado: Consórcio DTA-AJM fará a engorda de Ponta Negra

Ministério diz que vai avaliar pedido da Prefeitura do Natal que aumenta custo da engorda de Ponta Negra em mais de R$ 32 milhões

Engorda de Ponta Negra: Prefeitura de Natal sabia há cinco anos de questões que diz não ter tempo de responder

Não há informações claras sobre impactos sociais da engorda de Ponta Negra, diz diretor do Idema

Idema desmente Álvaro Dias sobre prazo de parecer técnico para engorda da praia de Ponta Negra

Licença

Antes de iniciar a obra, o Consórcio responsável pelo serviço deverá apresentar o projeto e obter uma licença ambiental do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (Idema). Em julho de 2023, depois de acusações da prefeitura e desmentidos da direção do Idema, foi emitida a licença prévia, que permitiu a realização da licitação.

Etapas

As obras da Praia de Ponta Negra foram divididas em três etapas:

1ª Complementação do enrocamento

Um total de 19 mil blocos de concreto foram colocados desde da altura do hotel Serhs até o início do calçadão de Ponta Negra, onde já existe uma proteção até a altura do Morro do Careca realizados numa obra anterior.

Em 2014 foram instalados dois quilômetros de pedras para proteção do Calçadão que passava por um processo de erosão com o avanço do mar. 

2ª Alteração da drenagem

O objetivo é alterar a drenagem o local para reduzir a força das águas pluviais que chegam à praia e, assim, minimizar a erosão costeira.

Antes do enrocamento, um estudo realizado pela equipe de estudantes da professora Maria Christina Araújo, do Departamento de Oceanografia e Limnologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), identificou 22 ligações clandestinas de esgoto.

3ª Engorda

A engorda, também chamada de aterro hidráulico, consiste na transferência de um milhão de metros cúbicos de areia da praia de Areia Preta que serão distribuídos ao longo de quatro quilômetros da praia de Ponta Negra.

Com isso, a estimativa da Prefeitura do Natal é alargar a faixa de areia nas praias de Ponta Negra e Via Costeira em até 100 metros na maré baixo e 50 metros na maré alta.

Segundo a Seinfra, a jazida em Areia Preta foi escolhida por ter granulometria semelhante à da praia de Ponta Negra. O banco de sedimentos fica no mar, a 6 km da costa, na altura do Farol de Mãe Luíza.

Ponta Negra tem poucas escadas de acesso à praia I Foto: Mirella Lopes
Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.