Preterida à Prefeitura, aliada de Álvaro Dias será candidata à vice
Natal, RN 22 de mai 2024

Preterida à Prefeitura, aliada de Álvaro Dias será candidata à vice

3 de maio de 2024
4min
Preterida à Prefeitura, aliada de Álvaro Dias será candidata à vice
Foto: reprodução

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O prefeito Álvaro Dias (Republicanos) tentou, mas não conseguiu emplacar o nome de sua secretária de Planejamento, Joanna Guerra, como pré-candidata à Prefeitura de Natal. Sem força nas pesquisas, o chefe do Executivo recuou para apoiar o deputado federal Paulinho Freire (União Brasil), mas indicou Guerra — também filiada ao Republicanos — como pré-candidata à vice.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (2). Na capital potiguar, Paulinho Freire é o nome apoiado pela extrema-direita de Rogério Marinho (PL), atual líder da oposição no Senado, ex-secretário especial da Previdência de 2019 a 2020 e ministro do Desenvolvimento Regional de 2020 a 2022 do governo do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Dias vinha retardando o anúncio oficial do nome que vai apoiar nas eleições de 2024. Nas últimas semanas, estava dividido entre Freire e o ex-prefeito Carlos Eduardo (PSD). Em 23 de abril, em entrevista ao Jornal das 6, da 96 FM, ele reconheceu que o nome de Joanna Guerra não decolou durante a pré-campanha. No início de 2023, a secretária se filiou ao Republicanos e se tornou presidente municipal do partido em Natal.

SAIBA MAIS: Álvaro Dias confirma apoio a Paulinho Freire para Prefeitura do Natal

“Eu tinha uma preferência a princípio pela secretária Joana Guerra, mas de acordo com o andar da carruagem, com o desenrolar da política, eu tô achando mais viável apoiar um dos candidatos já lançados”, disse à época.

Na entrevista coletiva à imprensa nesta quinta (2), para o anúncio da chapa Paulinho-Joana, a secretária de Planejamento prometeu levar “todos os feitos” da gestão aos bairros.

“Eu fico feliz de ter chegado até aqui, de ter recebido esse convite e ter esse convite também sido chancelado pelo prefeito Álvaro Dias. Eu só tenho a me colocar à disposição pra convocar todo o time das mulheres republicanas, das mulheres natalenses, em campo pra que a gente vá até os bairros, aos conjuntos de Natal, levando todos os feitos dessa gestão do prefeito Álvaro Dias e dizendo que a gente tem força e competência pra poder fazer mais pela nossa cidade”, afirmou Guerra.

A pré-candidata à vice-prefeita é formada em Gestão de Políticas Públicas pela UFRN. Como secretária de Planejamento, é o braço direito do atual prefeito em obras de destaque para o Executivo municipal, como o Complexo Turístico da Redinha — atrasada há pelo menos sete meses — e a engorda de Ponta Negra.

O Complexo da Redinha estava previsto, inicialmente, para ser entregue em setembro de 2023, mas ainda não ficou pronto. Já a engorda teve o resultado da licitação homologado na última terça-feira, (30). O consórcio vencedor foi o DTA-AJM, que orçou o serviço em R$ 73,7 milhões.

A oficialização do resultado pôs fim ao imbróglio iniciado com o questionamento do consórcio JDN-Edcon, 3º colocado na licitação, que apontou 14 irregularidades nas documentações do consórcio DTA-AJM, e outras 8 no consórcio VAN OORD-COASTAL.

A secretária também teve papel de destaque no novo Plano Diretor de Natal — aprovado em 23 de dezembro de 2021 e sancionado pelo prefeito em março de 2022 —, que é criticado por ativistas e estudiosos ligados ao meio ambiente. O novo Plano permite a construção de prédios com até 140 metros de altura na região do Parque das Dunas, enquanto o Plano de 2007 permitia edificações com até 6 metros de altura; construções na Via Costeira de edificações multifamiliares; e aumento do gabarito de construção (altura dos prédios) na Praia do Meio, que passa dos atuais 4 andares (12 metros) para 21 metros na 1ª quadra, 27 metros na 2ª quadra e até 60 metros na 3ª quadra, com a exceção das Áreas de Interesse Social (AEIS).

Nesta semana, Álvaro Dias enviou à Câmara Municipal um projeto de lei com pedido de urgência para regulamentar a ocupação das chamadas Áreas Especiais de Interesse Turístico e Paisagístico (AEITPs), que compreendem parte da orla da capital. Em Natal, são cinco dessas áreas: Ponta Negra e sua antiga área não edificante, Via Costeira, Orla Central (Praias do Meio, dos Artistas e do Forte), Praia da Redinha e Dunas do Guarapes.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.