Sem acordo, motoristas e empresários terão novo encontro segunda, 03
Natal, RN 13 de jun 2024

Sem acordo, motoristas e empresários terão novo encontro segunda, 03

31 de maio de 2024
3min
Sem acordo, motoristas e empresários terão novo encontro segunda, 03
Até segunda-feira, 03, o Sintro não irá deflagrar a greve dos motoristas de ônibus. Foto: STTU

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A rodada de negociação entre representantes dos motoristas de ônibus e empresários do setor do transporte público em Natal terminou sem acordo nesta última quarta-feira, 29. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro-RN), a proposta dos empresários não atende as reivindicações dos trabalhadores, e um novo encontro foi marcado para segunda-feira, 03. O Sindicato ainda informou que, até lá, não irá deflagrar greve da categoria, com os ônibus funcionando normalmente.

Os trabalhadores rodoviários reivindicam aumento salarial acima da inflação de no mínimo 5%, garantia de R$ 600 de vale alimentação, plano de saúde pago integralmente pelas empresas e renovação da carteira de habilitação dos motoristas também paga integralmente pelas empresas, além da manutenção de todas as cláusulas que já estão na convenção coletiva.

De acordo com o Sintro, no encontro desta quarta, 29, as empresas apresentaram proposta de reajuste salarial de 3% – abaixo da inflação -, dividido em 1,5% no mês de maio e a outra parcela em novembro. Além disso, foi proposto o reajuste de 3% para o vale alimentação dos trabalhadores.

O sindicato ainda informou que o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos (Seturn) ainda registrou que os pedidos de pagamento da renovação da CNH dos motoristas e do plano de saúde estão dentro das possibilidades a serem discutidas.

“Essas propostas não atendem às necessidades dos rodoviários. No entanto, entendendo que a população não pode ficar sem o transporte público de cada dia, nós remarcamos para segunda-feira uma nova rodada de negociação”, informou o assessor do Sintro-RN, Carlos Silvestre.

Os rodoviários do sistema de transporte público de Natal aprovaram um indicativo de greve na terça-feira, 28. Se deflagrada a paralisação, as entidades sindicais ou trabalhadores são obrigados a comunicar com antecedência mínima de 72 horas,  conforme a lei de greve.

Saiba mais - Motoristas de ônibus aprovam greve em Natal

“Qualquer mudança de atitude, o sindicato terá o compromisso e o comprometimento de informar à sociedade, que é a quem mais interessa essas negociações. E que esse impasse entre trabalhadores e empresários seja resolvido da melhor forma possível: com os empresários entendendo a importância dos rodoviários e rodoviárias têm, e valorizando aquelas pessoas que transportam vidas”, pontuou Silvestre.

No último dia 23, representantes do Seturn pediram à Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) reajuste no valor da passagem de ônibus, alegando que estavam operando com um déficit de R$ 0,45 em cada passagem e que o problema seria agravado, justamente, pelo aumento de salário dos motoristas de ônibus, que ainda está em fase de negociação.

Em 2023, a Prefeitura do Natal concedeu aumento de 14,47% na tarifa de ônibus, que passou de R$ 3,90 para R$ 4,50.

Leia também

Ônibus: motoristas e empresários não se entendem sobre reajuste de salários

Empresários pedem aumento de tarifa de ônibus de Natal

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.