Time do RN busca acesso no Brasileirão Feminino
Natal, RN 16 de jun 2024

Time do RN busca acesso no Brasileirão Feminino

19 de maio de 2024
4min
Time do RN busca acesso no Brasileirão Feminino
Foto: @mariavictoria_photo

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Único time representante do Rio Grande do Norte no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, o União busca neste domingo (19) o acesso para a Série A2, a segunda divisão. A equipe joga logo mais, às 15h, contra o Vitória-BA no Frasqueirão, em Natal, pelas quartas de final. O jogo de volta será no dia 24 de maio em Salvador. Se passar, garante vaga na divisão acima.

No Brasileirão Feminino, quatro times sobem para a Série A2. Se o União vencer a fase das quartas de final, estará entre as quatro equipes semifinalistas que garantem acesso à segunda divisão em 2025.

Uma das jogadoras da equipe potiguar é a meia alagoana Valquíria Alves. 

“Em relação ao jogo, a gente já provou que a gente consegue, que a gente pode. Claro, não é uma missão fácil, mas a gente vai lutar o tempo todo, não vai faltar vontade, não vai faltar garra, determinação, respeitando sempre a equipe adversária que é uma equipe que a gente sabe que é muito forte, mas a gente precisa fazer o nosso jogo”, destacou. 

“Estamos em casa e precisamos jogar da melhor forma possível, até um resultado positivo”, disse a atleta.

A atleta ainda comemorou a escolha do Brasil como sede da Copa do Mundo Feminina de Futebol em 2027. O país foi escolhido na madrugada desta sexta-feira (17) e superou a candidatura tripla da Europa em votação no Congresso da Fifa.

“Ter essa competição tão importante é prazeroso. Deixa a gente feliz e com expectativa em alta. O país vive um momento importante na modalidade, de grandes expectativas para que as coisas continuem nessa crescente”, afirmou Alves.

Para ela, ter o próprio país sediando uma competição mundial ajuda a fomentar a modalidade.

“Um evento tão grande, se fosse em outro país, por exemplo, na Europa, isso teria um grande feito e com certeza a expectativa seria alcançada. E com a gente também não pode ser diferente”, espera a meia.

Valquíria (à frente) ao lado de Gabi Barrozo, também atleta do União | Foto: Marília Gabriela

Além disso, outra expectativa para alagoana é que o evento traga maiores movimentações econômicas e turísticas para o país.

“Abrange mais a modalidade para que seja vista de uma forma que mereça. Então a expectativa é a melhor possível e acredito sim que vai ter um grande salto na modalidade. É torcer para que isso tudo aconteça e que a expectativa seja alcançada”.

No Brasileiro Feminino A3, oito equipes continuam em busca do título e do acesso. Nas quartas de final, assim como em todas as fases da competição, a disputa ocorre em jogos de ida e volta, em sistema mata-mata. 

Na primeira fase, o União superou o R4-CE. A primeira partida no Inaldão, no Ceará, ficou empatada em 1 a 1. Na volta, o time potiguar venceu por 1 a 0 em Natal. Na segunda fase, o adversário foi o Botafogo-PB. As potiguares venceram os dois jogos por 1 a 0. Gabi Barrozo é a artilheira do time com três gols. Lú Meirelles marcou um gol.

Campeãs estaduais

Em dezembro, o União ainda conquistou o título do Campeonato Potiguar Feminino de 2023 ao vencer o Alecrim por 2 a 0. Mirla e Day marcaram os gols que garantiram a taça. 

O União terminou a competição com invencibilidade. Em 7 jogos, foram 7 vitórias e 46 gols marcados e três gols sofridos (melhor defesa). Foi este título que garantiu ao time a vaga no Campeonato Brasileiro Série A3 2024.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.