Após derrota, Gustavo Carvalho pede fim da votação secreta na ALRN
Natal, RN 17 de jul 2024

Após derrota, Gustavo Carvalho pede fim da votação secreta na ALRN

27 de junho de 2024
3min
Após derrota, Gustavo Carvalho pede fim da votação secreta na ALRN
Gustavo Carvalho (PSDB) perdeu eleição por 1 voto de diferença / Foto: João Gilberto

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Um dia após perder por apenas um voto a eleição para conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, o deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB) cobrou, em plenário, o fim da votação secreta na Assembleia Legislativa.

O deputado George Soares foi escolhido por 12 votos a 11. O presidente da Casa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), votou nulo em razão da boa relação com os dois candidatos.

A cobrança de Carvalho, que esperava ser indicado pelos colegas ao TCE, foi em tom de desabafo. Após a eleição realizada por volta do meio-dia de quarta-feira (26), instaurou-se um clima de “caça às bruxas” na ALRN, com o grupo derrotado tentando identificar “o traidor”.

Entenda os bastidores da eleição para conselheiro do TCE.

- Essa Assembleia é uma Casa plural, todos podem ter o entendimento que tiverem. Mas espero que, a partir desse processo de ontem (quarta-feira), não ocorra, nunca mais na história dessa Casa, uma não exposição de voto. Como é que nós temos um colégio de 24 deputados e temos pessoas que não declaram voto? Não é uma questão de não votar ou votar. É questão de encarar, enfrentar, assim como eu estou enfrentando o dia de hoje”, afirmou.

O que diz o regimento interno da ALRN

De acordo com o artigo 260, do Regimento Interno da Assembleia Legislativa, o processo secreto de votação ocorre nos seguintes casos:  deliberação sobre suspensão das imunidades parlamentares durante o estado de sítio;  autorização para instauração de processo nos crimes de responsabilidade contra o Governador do Estado, o Vice-Governador e os Secretários de Estado; destituição do Procurador-Geral de Justiça; perda de mandato de Deputado; sustação de ação penal contra Deputado; eleição; aprovação de escolha de Conselheiros do Tribunal de Contas, Procurador-Geral de Justiça, e demais autoridades indicadas em lei; imposição de penalidade a Deputado; julgamento das contas do Governador do Estado; concessão de honrarias; quando assim decidir o Plenário.

Os 11 leões

Gustavo Carvalho reconheceu a derrota e parabenizou o adversário, George Soares. Nos agradecimentos, chamou seus eleitores de “os 11 leões que chegaram às urnas com a dignidade preservada, honrada”.

Distribuindo indiretas, filosofou sobre como enxerga a política:

- O sol já raiou de novo, já estamos num novo dia e eu estou aqui de novo de pé, sereno, equilibrado, como deve ser o político. Na política, que é arte para alguns e arteira para outros, eu fico do lado da arte. Quero a política como arte. Para fazer pelo coletivo e não olhando para o umbigo. Quero a política como arte e vou continuar participando com esse espírito, testemunho e com essa retidão. Com caráter, honestidade, serenidade e equilíbrio”, refletiu.

_______________________________

E-mail: [email protected]

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.