Caso Gabriel volta a júri popular em 2 de julho
Natal, RN 17 de jul 2024

Caso Gabriel volta a júri popular em 2 de julho

25 de junho de 2024
1min
Caso Gabriel volta a júri popular em 2 de julho

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O júri do caso Giovanni Gabriel de Souza Gomes, que estava programado para começar em 4 de junho, foi adiado e deve voltar a acontecer a partir de 2 de julho, segundo informou o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN).

O adiamento, no início deste mês, foi porque um dos jurados sorteados para participar do processo se declarou amigo do réu. Com isso, um novo sorteio dos sete jurados vai acontecer em 2 de julho.

Uma portaria da 1ª Vara Criminal de Parnamirim disciplinou o acesso e permanência do público e de profissionais da imprensa na sessão de julgamento do caso. 

O credenciamento e acesso dos interessados em acompanhar a sessão de julgamento nas dependências do Salão do Júri será feito mediante inscrição pelo formulário eletrônico de link https://forms.office.com/r/F7bwnzPkDD , até as 12h do 27 de junho (quinta-feira). A 1ª Vara Criminal de Parnamirim informou que os pedidos de inscrição serão agrupados nas categorias “familiar” (da vítima ou dos réus), “estudante de direito” e “público em geral”, às quais ficam reservados, respectivamente, 20% (30 assentos), 26% (40 assentos) e 40% (62 assentos) das vagas disponíveis no salão do júri.

Além do preenchimento do formulário pelo link, a inscrição dependerá também do envio de comprovante da condição de “familiar” (da vítima ou dos réus) ou de “estudante de direito” para o e-mail [email protected] , com o assunto “comprovante”, até as 12h do dia 27 de junho, quando o pedido for de inclusão nessas duas categorias.

Não serão admitidos pedidos de inscrição de menores de 12 anos de idade e pessoas com idade de 12 a 17 anos só poderão pedir inscrição conjuntamente com pai/mãe/responsável legal.

Caso o número de pedidos de inscrição de determinada categoria seja inferior à quantidade de vagas disponíveis, os assentos não preenchidos dessa categoria serão acrescidos ao número de assentos previstos para as outras categorias.

Na hipótese do número de pedidos de inscrição de determinada categoria superar a quantidade de vagas disponíveis e o oferecido previamente não seja suficiente para acomodar o excedente, será realizado sorteio no dia 28 de junho (sexta-feira), às 8h15, na sala de audiências da 1ª Vara Criminal de Parnamirim, para a definição de quais os interessados com excedente de solicitações de inscrição poderão ter acesso ao Salão do Júri.

A relação das inscrições deferidas será publicada no dia 28 de junho, e o acesso do público estará limitado às pessoas cujas inscrições tenham sido deferidas.

O regramento prevê ainda a reserva de 20 assentos para profissionais de imprensa que se apresentarem para cobrir o evento, além de dois assentos aos profissionais da Secretaria de Comunicação Social do TJRN (SECOMS), o que totaliza 14% das vagas disponíveis no recinto.

Proibições

Não é permitido à plateia — sejam familiares da vítima e dos réus, profissionais da imprensa ou pessoas do público em geral — a realização de registros fotográficos, visuais ou audiovisuais no interior do Salão do Júri.

Também é proibida, no interior do Salão do Júri, a utilização de telefones celulares e outros aparelhos eletrônicos – os quais deverão ser mantidos desligados — por familiares da vítima e dos réus, por profissionais da imprensa e pelo público em geral, sob pena de ser retirado do recinto e outras sanções previstas em lei.

A resolução do TJRN estabelece também a necessidade de identificação por documento oficial com foto; não permissão de vestimentas por inadequação (como minissaias, bermudas, camisetas tipo regata, shorts, mini-blusas, roupas transparentes) e a proibição da entrada de pessoas portando armas, munições e artefatos ofensivos nas instalações do Fórum, com exceção dos policiais que estejam a serviço do Poder Judiciário do Rio Grande do Norte, respeitados ainda o horário limite das 18h para acesso ao Fórum e a necessidade de passar por detector de metais.

Saiba mais

Caso Gabriel: júri é adiado após jurado se declarar amigo de réu

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.