Mais de mil servidores não responderam ao censo da educação do RN
Natal, RN 25 de jul 2024

Mais de mil servidores não responderam ao censo da educação do RN

18 de junho de 2024
4min
Mais de mil servidores não responderam ao censo da educação do RN
Foto: Elisa Elsie/Governo do RN

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A Secretaria de Estado da Educação do Lazer do Rio Grande do Norte (SEEC/RN) concluiu a análise dos dados produzidos a partir do Censo dos Servidores. Pelos dados, dos 20.620 servidores ativos que compõem a rede estadual de educação, 19.601 responderam ao censo, devidamente lotados em seus postos de trabalho. 

Os números mostram que 1.019 servidores não responderam, sendo que: 670, o que representa 3,4%, estão cedidos ou de licença, sem ônus para o governo estadual; 128, equivalente a 0,6%, são servidores alocados que não responderam e 221, representando 1%, estão sem registros em suas folhas funcionais.

Créditos: SEEC/RN

Para a pasta, a taxa de resposta sugere um bom engajamento dos servidores com o censo.

"A realização do censo é fundamental para garantir que tenhamos dados atualizados dos nossos servidores, o que nos permite planejar e executar políticas públicas de maneira mais eficaz. A alta taxa de resposta demonstra o compromisso dos nossos profissionais com a melhoria contínua da gestão pública", frisou a secretária de Educação do RN, professora Socorro Batista.

Mas a participação no censo foi obrigatória para todos os servidores ativos, incluindo efetivos, comissionados e celetistas, exceto para aqueles que ingressaram no serviço público neste ano.

A reportagem da Agência SAIBA MAIS procurou a SEEC/RN para saber informações sobre o grupo de servidores que não respondeu ao censo, inclusive o que pode vir a acontecer com eles. A secretaria informou que, de acordo com a portaria que regulamentou a iniciativa,“O não cumprimento ou a prestação de informações incorretas acarretará em apuração por meio de Processo Administrativo, conforme a legislação vigente, o que pode resultar na suspensão do pagamento no mês subsequente, sendo o restabelecimento do pagamento condicionado à regularização da situação funcional, conforme a portaria interadministrativa Nº 678, de 18 de março de 2024”.

A SEEC ainda informou em relatório final que vai “Investigar as razões para a falta de resposta de alguns servidores pode ajudar a identificar e resolver problemas subjacentes, melhorando futuras coletas de dados.”

A administração da educação no estado ainda reforçou que é papel dos servidores realizar a atualização das folhas funcionais, para evitar lacunas de informações e garantir a integridade dos dados no Sistema Integrado de Gestão da Educação (SIGEduc) que, pela primeira vez, desde sua criação, gerenciou o censo dos servidores da pasta.

“A ação foi fundamental para a atualização cadastral com informações pessoais e profissionais dos servidores, trabalhando os dados do maior efetivo entre as pastas que compõem o Governo do Estado do Rio Grande do Norte”, declarou a SEEC.

O censo foi realizado entre 25 de março e 26 de abril, com prorrogação até 03 de maio, de maneira virtual, e reabertura entre 15 e 17 de maio, de maneira presencial.

Com base nos dados, a SEEC declarou que discute a adoção da atualização contínua de dados, para que os servidores possam corrigir suas informações a qualquer momento, e não apenas durante o censo. 

“A pasta também promoverá capacitação dos servidores através de treinamentos periódicos sobre a importância da atualização de seus dados. Para reduzir erros manuais e aumentar a precisão das informações registradas, será buscada a automatização do processo de verificação e validação de dados”, informou a Secretaria.

Outra medida planejada pela pasta é fortalecer os canais de apoio e suporte técnico para auxiliar os servidores no processo de atualização de dados, especialmente aqueles com dificuldades de acesso à internet ou com pouca familiaridade com a tecnologia. O objetivo é otimizar o processo de atualização de dados, garantindo maior eficiência e precisão nas informações gerenciadas pela SEEC.

Leia também - RN: 1,2 mil ainda não responderam censo da educação, diz secretária

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.