Natal: Tati Ribeiro e Sandro Pimentel buscam mandato coletivo na Câmara
Natal, RN 25 de jun 2024

Natal: Tati Ribeiro e Sandro Pimentel buscam mandato coletivo na Câmara

5 de junho de 2024
5min
Natal: Tati Ribeiro e Sandro Pimentel buscam mandato coletivo na Câmara
Foto: reprodução

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A educadora popular Tati Ribeiro e o ex-deputado estadual Sandro Pimentel anunciaram uma pré-candidatura coletiva a vereadores de Natal pelo PSOL. A parceria para as eleições foi definida em um encontro da associação de proteção e cuidado animal Amor Por Toda a Vida, da qual Tati é presidente.

As candidaturas coletivas são um fenômeno popularizado a partir de 2016 na política nacional. O arranjo ainda não é regulamentado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Por isso, Tati será inscrita como a candidata principal da chapa, e Sandro atuará como um co-candidato — ou co-vereador, caso eleitos.

“A proposta de me unir ao Sandro nessa pré-candidatura tem a ver com o fato de que, no fim das contas, nós somos uma dupla. Nós somos um coletivo, uma equipe que funciona há sete anos e que, para mim, não faria sentido nesse momento em que eu tenho a oportunidade de trazer de novo debates para a cidade, de concorrer, de assumir tantas pautas importantes na Câmara Municipal de Natal caso eleita, de não fazê-lo junto com o Sandro Pimentel”, aponta Tati.

Tati é natural de São Paulo e veio para Natal anos atrás para coordenar a rede de cursinho popular Emancipa, iniciativa gratuita que dá aulas para quem quer se preparar para o ENEM. No Rio Grande do Norte, se apaixonou também pela causa animal, e fortaleceu ainda mais a parceria de amizade e militância com Sandro.

“Eu fui chefe de gabinete de Sandro, fui assessora antes disso, seguimos parceiros depois que o mandato foi derrubado, e eu sei que nada do que eu fiz nesse período foi só. Tudo foi em coletivo. Então, convidá-lo para fazer parte dessa campanha coletiva nada mais é do que tornar oficial aquilo que já existia. Uma coletividade, uma parceria. Eu brinco com ele que ele é o meu companheiro de aventuras. Então, trazê-lo para mais essa aventura significa apenas dizer para todos aquilo que já existe, que já é real, que ele sempre está ao meu lado nas construções coletivas da política”, comenta.

A educadora popular concorreu em 2020 a vereadora e em 2022 a deputada estadual. Sandro, por sua vez, tem uma longa trajetória como vigilante da UFRN e sindicalista. Foi dirigente do Sindicato Estadual dos Trabalhadores em Educação do Ensino Superior do Rio Grande do Norte — que representa os técnico-administrativos da UFRN — e atualmente está na direção nacional da Fasubra, que reúne os sindicatos de técnico-administrativos da educação federal Brasil afora. Foi vereador de Natal eleito em 2012 e reeleito em 2016. Em 2018, também chegou à Assembleia Legislativa e foi deputado estadual por pouco mais de dois anos. Em março de 2021, teve seu mandato interrompido quando os seus 19.158 votos foram anulados por irregularidades na prestação de contas.

A educação e a causa animal seguirão como algumas das prioridades, caso eleitos.

“A gente faz um trabalho que entrega 1.500 quilos de ação todos os meses nas periferias, para os animais. Tem castração toda semana, encoleiramento, vacinação. Enfim, eles têm um programa de qualidade de vida que não existe no Nordeste. Aqui é pioneiro. E ela dirige esse projeto que encanta, me encanta, e eu sou completamente apaixonado e todo mundo sabe disso”, comenta Sandro, sobre o trabalho feito na Amor Por Toda a Vida.

Outras pautas, contudo, vão fazer parte do debate público. Para Sandro, algumas de suas bandeiras “estão completamente ignoradas na Câmara Municipal de Natal” atualmente, como a luta dos vigilantes e também dos ambulantes do Alecrim. Mas o apoio aos servidores terceirizados e os debates sobre transporte público também terão destaque, diz Tati.

“Eu sou uma mulher negra que mora na periferia da zona norte de Natal. As chuvas de ontem afetaram drasticamente a minha vida e impediram, por exemplo, que carros e motos passassem. A gente só conseguia passar de ônibus pelo meu bairro. É evidente que pessoas como eu têm CEP, moram em lugares específicos da cidade e são afetados diretamente pela falta de cuidado que a nossa cidade tem. A nossa cidade está abandonada”, reclama ela, que ainda critica a gestão Álvaro Dias (Republicanos). 

“O prefeito quer fazer propaganda de que essa cidade é ótima do ponto de vista do meio ambiente. Uma cidade sem árvores, sem escoamento de água, uma cidade em que a periferia só vê buraco, exatamente porque tem uma escolha de malha asfáltica que não é a escolha ideal para a nossa cidade, que vai se encher de buraco, que vai se encher de coisas. Não são poucas na zona norte de Natal que ainda vivem na areia. Então, imagina a situação dessas ruas e bairros nesse momento de chuvas intensas. Então, essas são as pautas que nós queremos tocar”, enfatiza a pré-candidata.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.