Por que orgulhar-se?
Natal, RN 21 de jun 2024

Por que orgulhar-se?

8 de junho de 2024
4min
Por que orgulhar-se?

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Em algum outro momento, não sei bem se em outra publicação ou em alguma das palestras que dei sobre o tema, expus que a maioria das pessoas LGBTQIAPN+ desenvolveram e desenvolvem durante boa parte de suas vidas uma personalidade imposta, uma máscara sobre suas reais identidades, uma falsificação de nós memos/as/es.

Dessa forma, nos invisibilizávamos para que não fôssemos percebidos como éramos (como somos). Para que não nos descobrissem; para que não nos agredissem; para que não nos violentassem com preconceitos, com a não-aceitação e a exclusão. (As inúmeras exclusões das quais sofremos durante toda uma vida)

Sabotávamo-nos! Quantas vezes sabotámo-nos?!!! E como esse processo foi e é adoecedor. Foi e é violento, doloroso… corrói de dentro pra fora… mina nossas essências… fere-nos tão profundamente, que ninguém, além de nós, conhece essa profundidade. Dessa forma, contribuíamos com o discurso externo quanto as nossas “anormalidades”.

Então, criar alternativas, meios, caminhos, possibilidades para reverter todo esse processo que nos inferiorizava e nos inferioriza; que nos fazia e faz (ainda) ter vergonha de quem éramos e somos; que nos encobria e nos encobre em certas situações; que nos subestimava e nos subestima muitas vezes; que nos apequenava e ainda continua querendo isso, mesmo sendo nós seres humanos e cidadãos e cidadãs dignos/as/es e detentores de mesmos direitos – alguns conquistados com muita luta e depois de muito tempo, diga-se de passagem – foi e continua sendo estratégia de resistência, sobrevivência e, sobretudo, enfrentamento.

Reverter a vergonha imposta por um orgulho original, que nasça da construção respeitosa de nossas personalidades e identidades. Que nos redima de toda e qualquer culpa ou castigo. Que nos autoafirme enquanto pessoas LGBTQIAPN+ que somos. Que possibilite às novas gerações a ciência e a consciência das vidas e lutas ancestrais dessa “minoria” como alicerce e alimento àquelas que dão continuidade à história dessa comunidade, tornou-se uma premissa indispensável para nós.

Enfrentar os discursos que nos aprisionavam e nos obrigavam a usar de máscaras e outros tantos artifícios de “disfarce para” e apagamento de nós memos/as/es (e que permanece vivo querendo que engulamos isso de goela abaixo, escondendo-nos com rabo entre as pernas, fugindo com medo e por submissão) foi, é e será nosso maior instrumento de batalha para o reconhecimento das nossas múltiplas existências na sociedade.

As festividades e paradas promovidas pela comunidade LGBTQIAPN+ que ocorrem mundo afora durante o mês de junho fazem parte do cardápio de alternativas e possibilidades, de meios e caminhos para a reversão da vergonha imposta em ORGULHO genuíno.

Em vez de nos escondermos, nos expormos… sermos vistos/as/es e celebrados/as/es… saírmos às ruas sem vergonha nenhuma… SIM!, para celebrarmos nossas vidas, celebrarmos quem somos, celebrarmos nossas diversidades… Desfrutarmos da festa (e como sabemos fazer uma, hein!?), onde aqueles/as que não eram convidados/as/es para as festas são, agora, anfitriões.

Festa em que os holofotes estão sobre nossas múltiplas possibilidades de ser, de existir, de amar, de performar na sociedade como nos entendemos, como nos identificamos, como nos aceitamos, como realmente somos. Sem proibições, sem culpas, sem julgamentos, sem-vergonhas!

Festas em que as únicas máscaras possíveis sejam aquelas das fantasias que usamos para colorir ainda mais nossas existências, como forma de celebrar o quanto nos orgulhamos de ser quem somos, como bandeira para assinalar o quão plural é nossa comunidade.

Um BASTA!!! no uso de máscaras que nos impõem dor, sofrimento e aniquilamento das nossas identidades!!! Essas sim, é que devem ser extirpadas de nossas vidas! Celebremos! Orgulhemo-nos de quem somos e de quem nos tornamos!

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.