Projeto leva oficina de fanzine a escolas públicas de Natal; veja inscrições
Natal, RN 18 de jul 2024

Projeto leva oficina de fanzine a escolas públicas de Natal; veja inscrições

25 de junho de 2024
5min
Projeto leva oficina de fanzine a escolas públicas de Natal; veja inscrições
Professores da rede pública de ensino médio em Natal interessados em receber a oficina em suas escolas devem se cadastrar na chamada. Foto: arquivo pessoal/Gessyka Santos

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Enquanto uma produção independente, artesanal e de baixo custo, o Fanzine serve como meio de publicação de trabalhos artísticos de diversas linguagens. É uma forma do autor ou produtor ter uma maior autonomia, tendo menos dependência das editoras para publicar seus trabalhos. A produção de fanzines também pode estimular a criatividade de jovens, e é com esse objetivo que o projeto Zinelândia está com chamada aberta para levar oficina de fanzines a alunos de ensino médio de escolas públicas de Natal.

Serão quatro oficinas, uma em cada zona da capital potiguar. Os professores e professoras da rede pública de ensino médio em Natal interessados em receber a oficina de fanzines em suas escolas devem se cadastrar na chamada do Zinelândia. 

Gessyka Santos é poeta, produtora cultural na Anzóis Produtora Potiguar e responsável pelo projeto. Enquanto apaixonada por fanzines, ela afirma que a oficina para estudantes quer encontrar professores aliados, interessados e dispostos a construir uma liberdade artística e de expressão desses alunos.

“Sei que há muitos professores de escolas públicas que têm desenvolvido trabalhos incríveis em sala de aula, trazendo a arte como aliada e queremos nos somar a eles e potencializar esse processo e trabalho tão bonito que eles já tem feito”, ressalta.

Projeto quer incentivar a produção artística e poética dos estudantes. Foto: arquivo pessoal/Gessyka Santos

A oficina de fanzines será ministrada por Gessyka de forma gratuita e terá uma carga horária de 120 minutos. Ela explica como será a metodologia: “Em um primeiro momento falarei sobre o fanzine, mostrando seus formatos e possibilidades e ensinarei a eles alguns formatos comuns e de fácil reprodução. Em seguida, faremos exercícios que estimulem a criatividade da escrita e então entraremos na prática – este será o momento de recortar imagens, palavras, escrever, ilustrar, etc… utilizar a criatividade para que cada um possa fazer seu próprio fanzine. O objetivo é que ao final cada aluno tenha um fanzine produzido em mãos”, explica a poeta.

De acordo com Gessyka, a oficina tem como objetivo estimular a produção artística e poeta desses jovens estudantes, tendo a escola como um ambiente que pode possibilitar essa ideia.

“Enquanto poeta e fanzineira, acredito que é de extrema importância estimular a produção artística-poética de jovens. É uma forma de mostrar a eles a possibilidade de serem artistas e também de, quem sabe, fazer com que alguns deles sejam consumidores e apreciadores do que é produzido aqui. É nas escolas que habitam mentes e corações pulsantes, eles estão em formação e acredito ser bom encontrarem na arte um caminho onde poderão expressar seus sentimentos, pensamentos, sonhos, frustrações… É um terreno fertil para bons frutos futuros.”

Os professores/professoras ou diretores/diretoras das unidades de ensino interessados podem fazer a inscrição de suas escolas até o dia 05 de julho, por meio deste formulário.

“Nesta edição, estaremos em 4 escolas, mas não queremos parar por aqui. Nosso objetivo é continuar ofertando essas oficinas e irmos para outras escolas, então peço que os interessados nos sigam no instagram @zinelandia, estaremos sempre postando novas oportunidades de oficinas”, pontua Gessyka Santos.

Zinelândia

A Zinelândia é um laboratório de fanzines surgido em 2021 com o objetivo de ensinar a poetas independentes o processo para a produção de fanzines, buscando capacitá-los para que pudessem fazer suas publicações de forma independente. Foram ministradas três oficinas: Escrita criativa (ministrada por Gessyka Santos e Rosy Nascimento), Editoração (ministrada Gessyka Santos e com participação do Fanzineiro João Innecco) e diagramação (ministrada por Gonzaga Neto). 

A edição de 2021 foi realizada no formato online, devido ao período de pandemia da Covid-19. Nela, foram produzidos 19 fanzines de 19 poetas brasileiros que ainda não tinham uma publicação solo.

Além disso, cada um dos participantes recebeu em sua residência 50 exemplares de seus fanzines para que pudessem comercializar do modo que desejassem. “Fizemos isso como uma forma de incentivar a continuidade da produção e também para que estes pudessem fazer seus poemas circularem”, afirma Gessyka.

A Zinelândia é um projeto produzido pela Anzóis Produtora Potiguar e Rudia Produções. Conta com o apoio da Prefeitura do Natal através da Secult Natal/Funcarte e é realizado por meio da Lei Paulo Gustavo, Ministério da Cultura e Governo Federal.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.