RN se destaca em ranking do Tesouro Nacional
Natal, RN 20 de jul 2024

RN se destaca em ranking do Tesouro Nacional

19 de junho de 2024
1min
RN se destaca em ranking do Tesouro Nacional
Foto: Heros Lucena/Assecom

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Rio Grande do Norte se destacou  no ranking da qualidade das informações contábeis e fiscais elaborado pela Secretaria do Tesouro Nacional e divulgado nesta terça-feira, 18. Conquistando o “Selo A”, o RN obteve 146,8 pontos, equivalentes a 95,95% do total, e agora ocupa o 11° lugar, estando à frente de estados como Pernambuco, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

O Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal avalia e classifica critérios como precisão, integridade, qualidade e consistência das informações contábeis e fiscais enviadas pelos entes federativos, atribuindo notas e percentuais de acertos nos níveis municipal, estadual e entre as capitais. Nessa análise, são realizadas mais de 160 verificações em diferentes dimensões para avaliar a qualidade dos dados informados.

“É uma grande notícia para nós, principalmente se comparado com 2018, quando o Rio Grande do Norte era o último colocado”, disse o secretário de Fazenda do RN, Carlos Eduardo Xavier.

 “Esse resultado é fruto de várias ações do governo do estado que fizeram com que chegássemos a 2024 com esse resultado, fruto do empenho e dedicação dos servidores e da gestão da Secretaria da Fazenda”, complementou.

O ranking atual se refere ao ano de 2023. Em relação ao ranking anterior, o Rio Grande do Norte subiu quatro posições. Do Nordeste, outros três estão na faixa de excelência. São eles: Bahia, Piauí e Pernambuco. Confira abaixo:

Resumo do desempenho de cada um dos estados com o percentual de acertos em cada uma das dimensões, além do Indicador da Qualidade Contábil e Fiscal no Siconfi (ICF). Créditos: STN

O contador geral do RN, Flávio Rocha, também lembrou que, há cinco anos, o RN era o último estado neste mesmo ranking. 

“A conquista da Nota A de qualidade significa que a Secretaria do Tesouro Nacional certifica a qualidade dos nossos dados fiscais apresentados. Com isso, todos ganham. Ganha o gestor público, que tem informação de qualidade para subsidiar a tomada de decisão, ganha o controle externo, que passa a contar com informações contábeis precisas e verificadas para exercer o controle da despesa pública, e ganha a sociedade, que pode acompanhar de forma mais confiável e efetiva esse controle”, pontuou.

Pela conquista do Selo A pela Transparência do Tesouro Nacional, a Controladora Geral do Estado do Rio Grande do Norte, Luciana Daltro, reforçou que se trata de um reconhecimento do compromisso, dedicação e excelência com que a equipe da Contabilidade Geral do Rio Grande do Norte desempenha as funções.

“A obtenção do Selo A é mais do que um simples reconhecimento; é uma prova concreta de que a transparência e a prestação de contas são valores fundamentais na gestão pública e para a sociedade em geral do nosso estado, que tem acesso a informações precisas sobre as finanças públicas. Só assim é possível alcançar os mais altos padrões de transparência e responsabilidade fiscal”, ressalta a controladora.

Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal

O Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi) é uma plataforma que tem como objetivo melhorar a gestão e transparência das finanças públicas no país. Por meio dele, os estados podem enviar suas informações contábeis e fiscais, fornecendo uma visão abrangente e atualizada de suas condições financeiras. Mas a disponibilização de dados não é suficiente para uma gestão eficiente, segundo os criadores.

Nesse contexto, o Ranking da Qualidade das Informações Contábeis e Fiscais no Siconfi atua como uma ferramenta para avaliar a confiabilidade das informações prestadas pelos estados. Ele é uma publicação da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e avalia a qualidade da informação e a consistência dos relatórios e demonstrativos contábeis e fiscais que o Tesouro Nacional recebe, por meio do Siconfi, de todos os entes federativos, ou seja, da União, dos estados e dos municípios brasileiros.

Assim, o ranking classifica os entes federativos com base na qualidade das informações enviadas, comparando os desempenhos. 

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.