Transcidadania oferta curso de empreendedorismo em parceria com Sebrae
Natal, RN 25 de jul 2024

Transcidadania oferta curso de empreendedorismo em parceria com Sebrae

24 de junho de 2024
3min
Transcidadania oferta curso de empreendedorismo em parceria com Sebrae
Programa conta com 28 bolsistas | Foto: Semjidh

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Com o objetivo de capacitar pessoas trans e travestis para o mercado de trabalho, a Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (Semjidh), através da Coordenadoria de Diversidade Sexual (Codis) e em parceira com o Sebrae, vai promover o curso “Empreender com e para a diversidade” de 26 de junho a 8 de julho, no Auditório da Semjidh, no Centro Administrativo Rio Grande do Norte, em Lagoa Nova.

As aulas serão ministradas pelas professoras Vânia Rego e Regina Costa e a atividade faz parte do programa TransCidadania, que tem o objetivo de capacitar profissionalmente para inserir no mercado de trabalho pessoas travestis, transexuais e transgêneros em situação de vulnerabilidade socioeconômica no Estado do Rio Grande do Norte. Ao total, o programa conta com 28 bolsistas que participam de uma política de permanência estudantil com auxílios mensais de renda no valor de R$600, para garantir materiais de estudo, transporte e alimentação.

Segundo Rebecka de França, coordenadora da Coordenadoria de Diversidade Sexual (Codis), o TransCidadania vem mudando a realidade das violências e das mortes das pessoas LGBTs no Rio Grande do Norte. “Enquanto o país caminha sendo o país que mais mata LGBTs no mundo, o Rio Grande do Norte vem intensificando a luta no território, através da capacitação de travestis e transexuais”, relata.

Transcidadania
Sancionado pela governadora Fátima Bezerra (PT), em 9 de junho de 2022, o Programa Transcidadania é destinado a promover os direitos humanos, o acesso à cidadania e a qualificação e humanização do atendimento prestado às pessoas transgêneros, travestis e transexuais em situação de vulnerabilidade social.

Para isso, o programa oferece 28 bolsas de permanência estudantil com valor mensal de R$600,00, e uma bolsa de coordenação de projetos técnico-científico, com valor mensal de R$1.550,00, todos durante o período de 12 meses.

Ao todo, o investimento é de R$220,2 mil. A maior fatia (R$ 200 mil) é por meio de emenda parlamentar da deputada federal Natália Bonavides (PT), enquanto R$ 20 mil são fruto de uma contrapartida do Governo do Estado, por meio da Secretaria das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (Semjidh).

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.