UFRN sobe 11 posições em ranking e aparece como 23ª melhor do Brasil
Natal, RN 22 de jun 2024

UFRN sobe 11 posições em ranking e aparece como 23ª melhor do Brasil

5 de junho de 2024
4min
UFRN sobe 11 posições em ranking e aparece como 23ª melhor do Brasil
Alunos no Campus Central da UFRN I Foto: Anastácia Vaz

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aparece como a 23ª melhor universidade brasileira na edição de 2025 do QS World University Ranking (QS WUR 2025), um dos principais rankings de avaliação internacional de universidades. Na edição anterior, de 2024, a UFRN havia ficado no 34º lugar.

Na avaliação das universidades brasileiras, o ranking é liderado pela Universidade de São Paulo (Usp), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Já na avaliação global, o ranking é liderado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (Estados Unidos), pela Universidade de Cambridge (Reino Unido) e pela Universidade de Oxford (Reino Unido). No ranking global, a UFRN ficou entre as posições 1.201-1.400, enquanto em 2024 a instituição havia ficado na posição 1.401+.

Imagem: reprodução ranking da QS WUR 2025

O bom desempenho da Universidade Federal do Rio Grande do Norte se dá num contexto de cortes no orçamento que se acumulam desde 2015. Para este ano, a previsão é que a UFRN tenha um orçamento 7,69% menor, uma perda que se soma aos R$ 2 milhões que já haviam sido retirados da instituição em 2023.  

Ao todo, o QS WUR avaliou 5.663 instituições de ensino em 106 países, sendo que apenas 1.500 foram classificadas para o ranking. Do Brasil, apenas 35 universidades se classificaram. Destas, apenas sete são privadas.

O ranking da QS WUR considera nove critérios de avaliação: reputação acadêmica, citações por docente, reputação empresarial, resultados de emprego, internacionalização do corpo docente (professores), internacionalização do corpo discente (estudantes); rede internacional de pesquisa e sustentabilidade.

A UFRN alcançou 5.2 pontos em reputação acadêmica; 3.4 em citações por docente; 1.2 em reputação empresarial; 1.3 no quesito resultados de emprego; 45 em internacionalização do corpo docente; 9.5 em relação aluno-docente e 1.4 em sustentabilidade.

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) não aparecem no ranking.

Imagem: reprodução ranking da QS WUR 2025
Gráfico de desempenho da UFRN ao longo dos anos I Fonte: reprodução ranking da QS WUR 2025
Imagem: reprodução ranking da QS WUR 2025

16º lugar no World University Rankings

Já em maio, a UFRN conquistou a 16ª posição dentre as melhores universidades do Brasil no ranking da World University Rankings (CWUR), que avalia mais de 20 mil universidades de todo o mundo.

Pelo histórico do ranking, dentre as universidades brasileiras, a instituição estava no 23º lugar em 2021, passou para o 22º em 2022, subiu para o 21º em 2023 e chegou ao 16º lugar este ano.

Já no ranking global, a UFRN aparece na posição 950 este ano. A instituição estava em 1.002º lugar em 2021, em 984 em 2022 e 980 em 2023.

A Universidade de São Paulo (Usp), a Universidade de Campinas (Unicamp) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) lideram o ranking nacional.

São considerados na avaliação critérios como qualidade da educação, empregabilidade, corpo docente, além da pesquisa, a partir da produtividade científica da instituição.

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) também não aparecem neste ranking.

Imagem: reprodução World University Rankings

Ranking Nacional - UFRN
2021: 23ª
2022: 22ª
2023: 21ª
2024: 16ª

Ranking Global - UFRN
2021: 1.002
2022: 984
2023: 980
2024: 950

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.