Natal: sem estrutura, unidade de atendimento psicossocial suspende internações
Natal, RN 15 de jul 2024

Natal: sem estrutura, unidade de atendimento psicossocial suspende internações

2 de julho de 2024
6min
Natal: sem estrutura, unidade de atendimento psicossocial suspende internações

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Por Ana Laura Alvarenga

Internações suspensas por tempo indeterminado devido às más condições dos leitos, dois consultórios inoperantes, leitos de acolhimento fechados e banheiros interditados, fazendo com que mais de 20 pacientes dividam apenas um único banheiro em condições de uso. Este é o atual cenário do Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS) III, no bairro de Petrópolis. As condições precárias de infraestrutura comprometem diretamente o atendimento de mais de 2 mil usuários que dependem dos serviços oferecidos pela unidade.

As paredes são um retrato da negligência que assombra o local, que, devido à infraestrutura, oferece somente acolhimento e consultas médicas. Segundo fotos enviadas à Agência SAIBA MAIS, é possível verificar diversos cômodos com problemas graves de infiltração e o gesso que recobre o teto caído em determinados locais. Além disso, a fiação está comprometida, há falhas nas instalações elétricas e denúncias de escorpiões no teto da unidade.

O CAPS é um importante meio para o tratamento e reintegração de pessoas com transtornos severos, pois proporciona um ambiente comunitário em que os pacientes recebem acompanhamento psiquiátrico e psicológico, evitando assim internações prolongadas e desumanizadas e provendo qualidade de vida e inclusão social dos usuários.

Essa situação é especialmente crítica para pessoas com transtornos mentais graves que necessitam de leito para um tratamento adequado, mas representa riscos, também, aos funcionários do local.

O Conselho Municipal de Saúde e outras entidades, como o Conselho Regional de Enfermagem do Rio Grande do Norte (COREN) e o Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST), estão cientes da situação; no entanto, a lentidão e a falta de ação da Prefeitura do Natal continuam a perpetuar um cenário de total descaso.

A unidade já recebeu, também, a fiscalização do vereador Daniel Valença (PT) que denunciou, em suas redes sociais, as péssimas condições de preservação do ambiente completamente insalubre. No depoimento, o vereador aponta que a Prefeitura do Natal paga R$ 185 mil por ano pelo aluguel do local.

Valença informou ao Saiba Mais que "Enquanto vereador, fiscalizei o serviço do CAPS III, importante equipamento que compõe a rede de atenção psicossocial da cidade. Na visita, percebi que a unidade está sem condições de funcionamento, com infiltrações, problemas no sistema elétrico e falta de medicamentos. Usuários e trabalhadores estão em risco. A unidade atende pessoas com transtornos mentais ou sofrimento mental grave e persistente. Ao invés de serem cuidados nos serviços de saúde de Natal, seus usuários estão adoecendo, bem como seus trabalhadores! Nós denunciamos ao Ministério Público, que acolheu nossa representação. De outro lado, no dia seguinte, trabalhadores do serviço resolveram escrever uma carta aberta à gestão denunciando as condições e indicando que paralisariam as internações".

Secretaria diz que estrutura é temporária

Em resposta às denúncias sobre os problemas de infraestrutura do Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS), em Petrópolis, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que o Departamento de Infraestrutura acionou a empresa responsável pela reforma, que já iniciou os primeiros reparos no local.

Além disso, informou que o prédio em que o centro está localizado atualmente é temporário e está em processo de transferência para um prédio próprio, no bairro Santos Reis. A nova sede está em processo de construção e deve ser entregue até o final de 2024.

Leia a seguir a nota da Secretaria Municipal de Saúde na íntegra:

“A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) Natal informa que, em relação à estrutura física do CAPS III 24H Leste - Centro de Atenção Psicossocial Transtornos III Leste, o prédio em que o centro está localizado atualmente está inserido no cronograma de reformas a serem realizadas pelo município, e que na manhã desta quarta-feira (3), o Departamento de Infraestrutura acionou a empresa prestadora do serviço que já iniciou os primeiros reparos no local, e nos próximos dias seguirá o cronograma de reestruturação predial da unidade, como já estava programado.

A Secretaria reforça que a unidade está em processo de transferência de sua sede para um prédio próprio, planejado dentro das especificações técnicas previstas em portaria ministerial, para melhor atender munícipes que necessitem de acolhimento psicossocial. A nova sede será um marco para trabalhadores e usuários da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) de Natal, oferecendo ao serviço um endereço definitivo e autônomo.

A obra de reforma e ampliação da nova sede, localizada no bairro de Santos Reis, está iniciando o processo para ser retomada, pois houve necessidade de ajuste contratual, após visita técnica da comissão gestora e de profissionais especializados em saúde mental, que com o olhar sensível do cuidado integral, pontuaram e sugeriram pequenas adequações que prontamente foram acatadas pela secretaria.

Com isso, a sede atual e temporária do CAPS, que seria entregue no primeiro semestre deste ano, foi surpreendida por intempéries climáticas (como as fortes chuvas que atingem a cidade) que foram responsáveis por causar alguns danos na estrutura do centro, sendo necessários reparos para melhor acomodar os usuários enquanto a transferência para a nova e definitiva sede está sendo programada até o final do ano de 2024.

A SMS Natal segue atenta e de prontidão para sanar e solucionar problemas que venham a comprometer a assistência à saúde dos munícipes.”

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.