DEMOCRACIA

61,2% dos eleitores votariam ou poderiam votar em Jean Paul com apoio de Lula

O senador Jean (PT) é quem tem maior eleitorado quando apoiado por liderança nacional. De acordo com a Sensatus/ Band, 38,8% poderiam votar nele para o Senado com o nome associado ao do ex-presidente Lula; 21,4% votariam com certeza e 39,8% não votariam.

A pesquisa, divulgada nesta quinta-feira (30) pela Band, é a última divulgada antes das regras que devem ser aplicadas a partir de 1º de janeiro de 2022. Após a virada do ano, todos os institutos e empresas que fazem pesquisa de opinião pública de intenção de votos deverão registrar seus levantamentos previamente na Justiça Eleitoral.

Saiba Mais: Apoiados por Bolsonaro, Fábio Faria e Rogério Marinho têm rejeição de quase 70% para o Senado, aponta pesquisa

Os participantes também foram perguntados se votariam em candidatos, sem citá-los, apoiados pelos pré-candidatos a presidente da República.

“A leitura dos dados a que tivemos acesso mostra como a população reage ao descalabro do governo Bolsonaro, quando 65,3% dos eleitores dizem que não votariam em hipótese alguma em um candidato apoiado pelo presidente”, explicou o Senador Jean.

Por outro lado, a pesquisa mostra que 66,4% dos entrevistados dizem que votariam ou poderiam votar em um candidato apoiado pelo ex-presidente Lula. Lula é também o campeão nas preferências dos potiguares para ocupar a presidência da república, uma vontade manifestada de forma espontânea por 49,6% dos consultados.

De acordo com o senador, o desempenho da governadora Fátima Bezerra na pesquisa é resultado do bom trabalho que ela vem fazendo no RN. “A pesquisa estimulada mostra que até 42,5% dos entrevistados querem que ela permaneça no governo”.

“Quando a sondagem trabalha com possíveis candidatos para o Senado, vemos um quadro que favorece muito a nossa candidatura. Na pesquisa espontânea, nosso nome aparece em um empate por décimos com o de outro possível candidato apoiado claramente pelo presidente Bolsonaro, enquanto os outros nomes aparecem bem mais abaixo. Os quadros mais prováveis mostram um empate técnico entre o meu nome e os de outros possíveis candidatos”, comentou o Senador.

Para Jean, a pesquisa mostra o desapontamento do eleitor com o governo federal e com os candidatos que Bolsonaro deve apresentar em 2022 e deixa nítida a esperança que a população tem na volta de Lula e na continuidade da administração do governo do Partido dos Trabalhadores aqui no Rio Grande do Norte.

“Em 2022, junto com Fátima e com Lula, vamos percorrer todo o estado, cada cidade e cada comunidade, para demonstrar aos potiguares que o PT pode e vai fazer a diferença na vida de todos no Governo do Estado, na Presidência da República e no Senado”, concluiu o parlamentar representante do povo potiguar.

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo