Da Redação

FOTO: Renato Parada/Divulgação

Lançamento de novo livro de Lilia Moritz Schwarcz ocorre nesta quarta (10) no auditório da Reitoria da UFRN

Com o objetivo de fomentar as discussões historiográficas a respeito do processo de independência Brasileiro, o Departamento de História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN, elaborou o ciclo de conferências do Bicentenário da Independência do Brasil. 
A programação do evento conta com sete conferências, que já receberam grandes nomes da historiografia Brasileira como, Miriam Dolhnikoff e João Paulo Pimenta. Na quarta-feira (10), às 19h, no Auditório da Reitoria/UFRN, a edição contará com a Professora da Universidade de São Paulo, Lilia Moritz Schwarcz, que na ocasião lançará o seu livro O Sequestro da Independência (Companhia das Letras, 2022).

Governo libera juro do consignado do Auxílio Brasil e bancos já falam de 100% ao ano

Uma parte dos mais de R$ 100 bilhões que o governo federal reservou neste ano para o pagamento do Auxílio Brasil – programa que substituiu o Bolsa Família – vai acabar mesmo passando diretamente para a mão dos bancos.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou na última quarta-feira (3) a lei que autoriza de forma definitiva que instituições financeiras concedam empréstimos consignados vinculados ao benefício social. Já o ministro da Cidadania, Ronaldo Vieira Bento, anunciou em suas redes sociais que não haverá qualquer limite de juros ou prazo para esse novo tipo de crédito.

Foto: Divulgação CineSolar

CineSolar segue com sessões nesta semana em São Miguel do Gostoso, Alexandria e Tenente Ananias

A magia do cinema movido a energia solar é a proposta do CineSolar, que segue nesta semana com o circuito no Rio Grande do Norte, com atividades culturais para a população das cidades de São Miguel do Gostoso (05/08), Alexandria (08/08) e Tenente Ananias (09/08). Com patrocínio da Meta, serão exibidos curtas-metragens e filmes brasileiros, além de curtas especiais produzidos por estudantes locais durante oficinas com temática socioambiental. Nas sessões, que têm entrada gratuita e distribuição de pipoca, o público pode conhecer a estação móvel de ciências, arte, tecnologia, sustentabilidade e cultura de paz, instalada no próprio veículo que carrega todo o cinema e que tem muitas atrações para toda a família.

Jô Soares denunciou o golpe contra Dilma, jamais tolerou o fascismo bolsonarista e criticou José Agripino

Morreu na madrugada desta sexta-feira (5) o icônico ator, escritor, diretor e humorista Jô Soares, aos 84 anos. Ele estava internado desde 25 de julho no Hospital Sírio-Libanês para o tratamento de uma pneumonia.

Mesmo como apresentador do “Programa do Jô”, da TV Globo, Jô nunca se calou diante de uma das maiores traições da história recente do Brasil: o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Em dezembro de 2014, durante seu programa na emissora que apoiou a derrubada inconstitucional de Dilma, Jô já alertava para o golpe que estava por vir.