TRANSPARÊNCIA

Covid-19: Com mais pacientes do que vagas, Sesap amplia número de leitos em 31% no RN

Na tarde desta terça (25), o Rio Grande do Norte tem 30 pacientes em estado grave com covid-19 aguardando internação, mas há apenas 21 vagas disponíveis na rede de saúde. Desses pacientes, 21 estão em Natal, onde há 14 vagas, e nove estão no interior do estado, onde há sete vagas.

Pelo menos 50% dos hospitais com leitos críticos (semi-intensivos e UTI’s) destinados a pacientes com covid-19 já atingiram 100% de ocupação no RN: o Hospital Dr Mariano Coelho (Currais Novos), o Hospital Geral Dr João Machado (Natal), o Hospital Maria Alice Fernandes (Natal), o Hospital Maternidade Almeida Castro (Mossoró), o Hospital Maternidade Belarmina Monte (São Gonçalo do Amarante), o Hospital Municipal Aluízio Bezerra (Santa Cruz e o Hospital Municipal de Natal.

Além dessas unidades com leitos esgotados, outros quatro hospitais apresentam 80% ou mais de ocupação: o Hospital Giselda Trigueiro, em Natal, com 90% dos leitos ocupados; o Hospital Rafael Fernandes, também com 90% de ocupação; o Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos, em Açu, com 88% de ocupação e o Hospital Regional de João Câmara, com 80% dos leitos já ocupados.

Diante do aumento de casos de covid-19, nesta terça (25) a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) anunciou a ampliação da rede de leitos clínicos e críticos para tratar da doença. São 91 leitos a mais, sendo 78 clínicos e 13 críticos, aumentando em mais de 31% a rede atual. Com isso, o RN passa a contar com 313 leitos para pacientes com covid-19, sendo 135 críticos e 188 clínicos.

A expansão, que começou na última sexta (21), foi realizada de maneira dividida entre a capital do estado e as regiões Oeste, Alto Oeste e Vale do Açu. Além disso, há uma previsão é de que outros 56 leitos ainda sejam acrescidos aos hospitais do estado ao longo dos próximos dias, alcançando, também, as regiões do Trairi e Agreste.

Esse plano para expansão da rede Covid é resultado de um trabalho amparado nos dados disponíveis. O cenário mostra a necessidade de novos leitos neste momento, então montamos um esforço para que se alcance a expansão da forma mais célere possível, com o esforço conjunto dos municípios. Seguiremos monitorando a situação, tanto da Covid-19 como da Influenza, para avaliar eventuais novas medidas“, explicou o secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia.

As solicitações por novos leitos para internação é um dos termômetros utilizados pelas autoridades da saúde para acompanhar a situação da pandemia do novo coronavírus no estado. Segundo a plataforma Regula RN, houve um salto no número de pedidos para internação. Enquanto no dia 26 de dezembro de 2021 foram registradas 13 solicitações de leitos, nesta segunda (24) foram realizados 72 pedidos. Desde o início da pandemia, em 2020, mais de mil pessoas (1.009) doentes de covid-19 em estado grave já morreram no RN sem que conseguissem ter acesso a um leito para internação.

91 NOVOS LEITOS ABERTOS

78 leitos clínicos e 13 leitos críticos

Hospital Geral João Machado (Natal): 17 clínicos e 2 críticos

Hospital Regional Hélio Morais Marinho (Apodi): 7 clínicos e 5 críticos

Hospital Maternidade Almeida Castro (Mossoró): 10 clínicos

Hospital Regional Dr. Nelson Inácio dos Santos (Assu): 6 clínicos

Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade (Pau dos Ferros): 3 clínicos

Hospital dos Pescadores (Natal): 9 clínicos e 6 críticos

Hospital Municipal de Natal: 26 clínicos

59 LEITOS EM EXPANSÃO

27 leitos clínicos e 32 leitos críticos

Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade (Pau dos Ferros): 14 clínicos e 07 críticos

Hospital Regional Linfoldo Gomes Vidal (Santo Antônio): 4 clínicos e 5 críticos

Hospital Regional Dr. Aguinaldo Pereira da Silva (Caraúbas): 3 clínicos e 5 críticos

Hospital Regional Monsenhor Expedito (São Paulo do Potengi); 2 clínicos e 5 críticos

Hospital Giselda Trigueiro (Natal): 5 críticos

Hospital Rafael Fernandes (Mossoró): 4 clínicos

     

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo