Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Edição: Cledivânia Pereira

NO GOVERNO BOLSONARO,
33 MILHÕES DE pessoas
PASSAM FOME

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Entre 2020 e 2022, o número de pessoas que passam fome no Brasil saltou de 19 milhões para 33,1 milhões

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

É o que mostra o 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, feito pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Os dados foram divulgados em junho de 2022 e mostram que mais da metade da população brasileira – 58,7% – vive com algum tipo de insegurança alimentar

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

E mais: segundo analistas, os números apontam que o Brasil regrediu para um patamar de insegurança alimentar equivalente ao da década de 1990, ou seja, 15,5% da população no país não tem o que comer

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Apenas quatro entre 10 famílias brasileiras têm acesso pleno à alimentação

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Os números são fruto da pesquisa feita pelo Instituto Vox Populi, que realizou entrevistas em 12.745 domicílios de 577 municípios de todos os estados brasileiros

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Os números mostram que 125,2 milhões de pessoas no Brasil estão passando por algum nível de insegurança alimentar

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

E a situação é ainda mais grave no Nordeste e Norte do Brasil, que são as mais atingidas pela fome. No Norte, 25,7% das famílias passam fome e no Nordeste esse índice é de 21%

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Em números absolutos, o Nordeste registra mais pessoas com fome: são 12 milhões em situação de insegurança alimentar grave

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

A pesquisa também destaca que as famílias negras e chefiadas por mulheres são as mais atingidas pela falta de comida

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

63% dos lares com responsáveis mulheres apresentaram algum patamar de insegurança alimentar

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

65% dos domicílios comandados por pessoas pretas e pardas convivem com restrição de alimentos em qualquer nível

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Quer saber mais sobre o Rio Grande do Norte?

Produção de WebStories:
Cledivânia Pereira

Fotos:
Agência Brasil | Chokito | Agência Sindical | Leonardo França/BDF | Depositphotos

Saiba Mais