Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Edição: Cledivânia Pereira

UFRN INSTITUI GRUPO
DE ENFRENTAMENTO
AO ASSÉDIO SEXUAL

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte instituiu no dia 8 de maio o Grupo de Trabalho pelo Enfrentamento ao Assédio Sexual na UFRN

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

A medida ocorre após manifestação de mulheres e mais denúncias. Em 2022, foram registrados um assédio sexual e um estupro na instituição

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

O primeiro, contra um docente, foi arquivado porque não havia informações suficientes, segundo a instituição

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

O estupro, devido à impossibilidade de pedir informações porque o relato foi anônimo. Outras informações não podem ser divulgadas em respeito à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Em 2021, a Ouvidoria da UFRN registrou uma denúncia de assédio sexual, que segue em Processo Administrativo Disciplinar

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Em 2021, também, houve uma  comunicação que se caracteriza como assédio sexual e moral e foi encaminhada à unidade responsável, para as devidas providências

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

O grupo recém-criado tem o objetivo de identificar e sugerir medidas institucionais. As reuniões devem ser realizadas a cada 15 dias e a primeira proposição é elaborar uma campanha informativa sobre o tema

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

No dia 26 de maio deste ano, o Movimento de Mulheres Olga Benário e o Movimento Correnteza se uniram em ato contra esses assédios e entregaram uma carta de reivindicações à Reitoria

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

De acordo com a coordenadora de Mulheres do DCE/UFRN, Ana Beatriz Sá, com o retorno das aulas presenciais, os casos de assédio também voltaram

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Para denúncias, o canal oficial é a Ouvidoria da UFRN, que pode ser acionada via Plataforma FalaBR

Click abaixo que a gente conta!

Quer saber mais sobre o RN?

Produção Webstories:
Cledivânia Pereira

Fotos: Divulgação Assecom

saibamais.jor.br