Neymar, o mundo quer saber
Natal, RN 17 de abr 2024

Neymar, o mundo quer saber

22 de junho de 2018
Neymar, o mundo quer saber

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A invenção recente mais importante para o futebol não foi o VAR, o tal árbitro de vídeo, mas o vídeo mesmo. Aquela tela gigante em várias partes do estádio permite tanto a torcedores como a jogadores se extasiarem diante da própria imagem. É a vaidade mundo afora.

O que seria do Neymar - e do cabeleireiro do Neymar - se não houvesse os telões de estádio?

Há quem defenda que Cristiano Ronaldo só é Cristiano Ronaldo não pela obstinação de atleta, pelo talento ou pelo vigor físico, mas por causa dessas televisões gigantes espalhadas nas arenas.

Qualquer avaliação daquelas ‘antes e depois’ vai constatar que o gajo só virou craque de verdade depois que esses telões foram autorizados.

Portanto, a grande dúvida de hoje é: com que cabelo Neymar vai entrar e se ver em campo contra a Costa Rica? Terá mechas? Alguma textura? Vai arriscar, sei lá, uma franja?

É um absurdo a CBF não divulgar isso com antecedência. São milhões de pessoas na expectativa. E se ele escolher alisar? E se ondular? Manterá os cachos? Se, enfim, mudar o risco de navalha?

Esta é a única preocupação, de verdade, para a partida de hoje contra a seleção de Keylor Navas. Claro, tem aquela outra - será que o Thiago Silva aguenta o tranco de ser capitão? E na hora H?

Nada, porém, comparável, à nossa urgente necessidade de saber o estilo de Neymar.

É que se não for para ganhar ao menos de 4 a 0 contra a Costa Rica não era nem para ter ido à Copa. Era ter deixado a Venezuela fazer a festa. Tite, tira o Jesus - vai na fé - e bota o Firmino. Vai, safadão.

Na ponta do lápis, é um escrete dos melhores do mundo contra uma seleção de...de….de...guerreiros, vai lá. Mas não pode haver qualquer nível de comparação ou ameaça num Brasil versus Costa Rica.

Se houver qualquer risco, ou o Brasil não é o Brasil, ou o Tite é na verdade uma grande farsa, ou, que Deus nos proteja, Neymar não escolheu de novo o penteado certo. Que o Divino ilumine esse cabeleireiro pelamordedeus.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.