TSE julga nesta terça (14) se mantém decisão que cassou candidatura de Wendel Lagartixa
Natal, RN 1 de mar 2024

TSE julga nesta terça (14) se mantém decisão que cassou candidatura de Wendel Lagartixa

13 de março de 2023
3min
TSE julga nesta terça (14) se mantém decisão que cassou candidatura de Wendel Lagartixa

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Está programada para esta terça (14), a partir das 19h, o julgamento do processo de Wendel Fagner Cortez de Almeida, popularmente conhecido como “Wendel Lagartixa” (PL). O ministro Ricardo Lewandowski, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), será o relator do processo no qual será definido se Lagartixa, que recebeu votos suficientes (mais de 83 mil) para ser eleito deputado estadual, porém teve a candidatura cassada, poderá assumir o cargo.

Na decisão de 2022, Lewandowski considerou Lagartixa inelegível e cassou sua candidatura. Na época, o ministro também determinou que ele não fosse empossado deputado estadual. O pedido de cassação da candidatura partiu do Ministério Público Eleitoral, que também havia solicitado a impugnação da candidatura de Wendel Lagartixa em agosto do ano passado.

A candidatura de Lagartixa, que é policial militar da reserva, foi questionada devido ao fato de ele já ter cumprido pena por crime hediondo. Como foi condenado por porte ilegal de arma e munições de uso restrito, a legislação prevê que ele fique inelegível por um prazo de oito anos a contar a partir da data do término da pena, que no caso de Lagartixa, foi concluída em junho de 2021.

Como a decisão inicial foi monocrática, ou seja, feita apenas por um juiz, o Pleno do TSE decidirá amanhã se a medida será ou não mantida.

Retotalização

Na decisão, além de impedir a diplomação e posse, Lewandovisk também solicitou que fosse feita a retotalização dos votos, sem aqueles destinados ao candidato Lagartixa.

Com o novo cálculo, o deputado Ubaldo Fernandes (PSDB), que até então tinha ficado de fora da Assembleia Legislativa numa campanha na qual tentava a reeleição, entrou na vaga deixada pela saída de Lagartixa. Ubaldo obteve 34.426 votos para uma legislatura que vai até 2027.

Crimes

Condenado por crime hediondo, em posse de Lagartixa, foram encontrados: um colete e duas placas de colete balístico; duas munições de calibre .40; um cartucho calibre .12; 30 munições de calibre .380; três carregadores de calibre .380; e um carregador calibre .40; todos com prolongador. O arsenal corrobora para outras crimes dos quais Lagartixa é acusado: homicídio simples e homicídio qualificado.

Em 2013, Wendel Lagartixa foi preso na Operação Hecatombe, da Polícia Federal, acusado de participar de um grupo de extermínio. A soltura só veio porque o prazo de prisão preventiva extrapolou. Além disso, ele já esteve envolvido em outras investigações, como a Operação Fronteira, conduzida pela Polícia Civil.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.