Chokito/Divulgação

Pobreza avança nas regiões Metropolitanas; Natal é destaque nacional de desigualdade entre pobres e ricos

O Brasil bateu em 2021 mais um triste recorde na quantidade de pessoas em população de pobreza. Dados do 9º Boletim Desigualdade nas Metrópoles, produzido em parceria pelo Observatório das Metrópoles, a PUC do Rio Grande do Sul e a Rede de Observatórios da Dívida Social na América Latina (RedODSAL) mostram que 19,8 milhões de brasileiros que vivem nas regiões metropolitanas do País vivem em situação de pobreza. Esse é o maior número da série histórica iniciada em 2012.

Governo libera juro do consignado do Auxílio Brasil e bancos já falam de 100% ao ano

Uma parte dos mais de R$ 100 bilhões que o governo federal reservou neste ano para o pagamento do Auxílio Brasil – programa que substituiu o Bolsa Família – vai acabar mesmo passando diretamente para a mão dos bancos.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou na última quarta-feira (3) a lei que autoriza de forma definitiva que instituições financeiras concedam empréstimos consignados vinculados ao benefício social. Já o ministro da Cidadania, Ronaldo Vieira Bento, anunciou em suas redes sociais que não haverá qualquer limite de juros ou prazo para esse novo tipo de crédito.