Chuvas em Natal: alagamentos, crateras nas ruas e moradores ilhados 
Natal, RN 19 de jun 2024

Chuvas em Natal: alagamentos, crateras nas ruas e moradores ilhados 

4 de junho de 2024
7min
Chuvas em Natal: alagamentos, crateras nas ruas e moradores ilhados 
Águas na Rua Taraucá chegaram acima da cintura | foto: reprodução/ redes sociais

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

As chuvas em Natal, mais uma vez, causaram transtornos, alagamentos, crateras e moradores ilhados em vários pontos da cidade. No bairro de Santarém, na Zona Norte de Natal, por exemplo, uma pessoa com deficiência precisou ser resgatada pelos vizinhos depois de ficar ilhado dentro da própria casa. Outro ponto crítico na região é a Rua Nossa Senhora do Ó, no Igapó, que passa por uma obra da prefeitura há um ano. As demais Zonas da cidade e na Grande Natal também registraram transtornos.

O Rio Grande do Norte registrou chuvas de quase 100 mm somente nas últimas 24h, sendo 64mm somente na capital, Natal, segundo dados do último boletim pluviométrico da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado (Emparn). Os dados correspondem ao período das 7h da segunda-feira (3) até às 7h desta terça-feira (4). Por causa disso, de acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), pelo menos quatro pontos de Natal estão completamente intransitáveis para motoristas. Confira quais são os pontos de alagamento aqui.

Na Rua Tarauacá, no bairro do Santarém, a força da água invadiu a casa de moradores que tiveram suas residências alagadas e ficaram ilhados. Na ocasião, o morador Seu Luís, que se locomove de cadeira de rodas, precisou da ajuda de vizinhos e amigos para conseguir sair de casa. “Os bombeiros não vem. Quando termina tudo, eles aparecem”, desabafa o morador em um vídeo publicado nas redes sociais. Confira o vídeo do resgate:

Vale lembrar que a Lagoa de Captação do Santarém foi um das 3 que transbordou no último dia 17 de maio, quando a Prefeitura de Natal já sabia do problema. Isso porque, o número de Lagoas de captação com riscos de colapso dobrou em Natal somente em 2024. Conforme noticiado pela Agência Saiba Mais, em março deste ano, Natal tinha oito lagoas de captação sob risco de transbordamento. Já no mês de maio, esse número subiu para 18, de acordo com os dados fornecidos pela Defesa Civil Municipal.

Ainda na Zona Norte, as enxurradas paralisaram os serviços na Rua Nossa Senhora do Ó, no bairro do Igapó. O problema é que essa obra já dura mais de um ano causando transtornos, e com o canteiro de obras debaixo d'água, a situação tende a piorar. 

Canteiro de obras de drenagem da Rua Nossa Senhora do Ó, no bairro do Igapó. | Foto: reprodução/redes sociais/ via certa

Outros pontos na Grande Natal também tiveram transtornos

Os problemas causados pelas chuvas se espalham por vários pontos da Grande Natal, como em Parnamirim e Nova Parnamirim, que registraram buracos e alagamentos. Em Natal, o viaduto do Quarto Centenário, em frente à Arena das Dunas, ficou bloqueado pela água, no sentido Parnamirim-Natal, com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) recomendando os motoristas a evitarem usar o trecho.

Subida do viaduto do Quarto Centenário| foto: PRF

Outros pontos como a Avenida Roberto Freire e a Avenida Olavo Montenegro também registraram transtornos.

Em resposta aos problemas causados pelas precipitações em Natal, a Prefeitura reuniu o gabinete de gestão de crise, sob a condução da Secretária Municipal de Planejamento, Joanna Guerra, para monitorar todas a situação na cidade e tomar “as devidas providências”, como escreveu o prefeito Álvaro Dias, em suas redes sociais. 

Já a Defesa Civil, por meio do por meio do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden/MCTI), emitiu um novo alerta de risco moderado para alagamentos em Natal e região Leste do Rio Grande do Norte. O aviso vale para esta terça-feira (4). Devido às chuvas que atingem a parte leste do RN, a pasta notificou o risco de enchentes e alagamentos. Segundo o centro, há possibilidade de pancadas de chuva durante todo o dia e estas condições podem favorecer a ocorrência de enxurradas em locais com maiores declividades e alagamentos urbanos em áreas com drenagem deficientes.

Diretor de comunicação de Natal acusa Caern de abrir buracos que o Executivo tampou

Em meio as precipitações na cidade, o diretor de comunicação de Natal, Matheus Peres, aproveitou o momento para publicar um vídeo em suas redes sociais atribuindo à Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) a responsabilidade pelos buracos nas ruas e avenidas da cidade. Segundo o diretor, é a Caern quem insiste em abrir buracos pelo município sem nenhum tipo de planejamento. 

“Sem conhecimento, a população joga a culpa na Prefeitura do Natal, mas as principais ruas e avenidas que estão sendo esburacadas pela Caern foram entregues recentemente. A prefeitura tapa um buraco, a Caern abre outro. A prefeitura faz o recapeamento de ruas e avenidas de Natal e a Caern abre o buraco”, disse. 

Confira o vídeo:

Procurada pela reportagem, a Caern enviou uma nota respondendo os ataques do diretor informando que a companhia possui um alinhamento junto ao poder executivo municipal para o planejamento das ações preventivas de substituição de redes. Além disso, a Caern esclareceu que as situações em que são abertas as vias para manutenção na rede de abastecimento e esgotamento sanitário são fechadas dentro dos prazos estipulados pela Agência Reguladora (Arsban) da Prefeitura do Natal, que fiscaliza e regula a Companhia.  

Confira a nota completa:

“A Caern esclarece que as situações em que são abertas as vias para manutenção na rede de abastecimento e esgotamento sanitário são fechadas dentro dos prazos estipulados pela Agência Reguladora (Arsban) da Prefeitura do Natal, que fiscaliza e regula a Companhia. 

A Companhia destaca ainda que possui um alinhamento junto ao poder executivo municipal, para o devido planejamento das ações preventivas de substituição de redes. O município indica que haverá recapeamento, como foi na Av. Felizardo Moura, Centro Histórico da Cidade Alta, Ribeira, região das praias urbanas e Av. Getúlio Vargas. 

A população pode registrar as demandas através dos canais de atendimento que funcionam 24h por dia, para receber as solicitações da população, sendo eles: o teleatendimento 115, o app Caern Mobile, a Agência Virtual em caern.com.br ou pelo WhatsApp 84 98118-8400. 

CHUVAS

A Caern destaca que situações como a apresentada na Av. Interventor Mário Câmara, na manhã desta terça-feira (04), são decorrentes da ligação indevida de água de chuva na rede de esgotamento sanitário. O serviço de drenagem de águas pluviais é de responsabilidade da Prefeitura. Ainda sobre as chuvas, uma cratera na rotatória da Av. Roberto Freire não está relacionada aos serviços da Companhia.”

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.