Marina Rabelo transforma em versos a poeira tempo rememorando a avó e outros amores
Natal, RN 15 de jul 2024

Marina Rabelo transforma em versos a poeira tempo rememorando a avó e outros amores

10 de fevereiro de 2021
Marina Rabelo transforma em versos a poeira tempo rememorando a avó e outros amores

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Stela tinha 68 anos quando Marina nasceu. Os passos já eram lentos, vinham os esquecimentos e haviam poucas conversas. Além da distância etária, a geográfica também limitou a convivência entre avó e neta. A casa em Fortaleza era destino certo uma vez ao ano para a menina, que vive desde muito pequena na capital potiguar. Era assim que Marina conhecia os quadros e escritos da precursora materna. Também era entre esses dias que a família levava a mulher já idosa para ver o mar, convite que Stela nunca recusava. É com essa relação rica em afetos e delicadezas que a escritora Marina Rabelo firma a primeira parte do livro “Stela e outros poemas de amor”, que terá lançamento virtual na próxima quinta-feira, 11.

“Desde que eu a conheci, ela já tinha um jeitinho de vó, né? Quando era jovem, ela gostava de pintar, tem até uns quadros dela aqui em casa. Gostava de escrever. [...] E aí, eu fui percebendo ao longo do tempo que eu puxei um pouco disso dela, sabe?”, remonta a autora sobre o gosto pelas letras e poesia e a relação com a avó.

A capa do livro, inclusive, feita pela artista Catarina Pessoa, é uma colagem com uma fotografia da avó Stela, capturada na década de 1930.

Marina explica que os poemas-homenagem já eram pensados há um tempo, mas foi com a seleção no edital Aldir Blanc que se intensificou o processo de construção do livro. Assim, em menos de um mês ela colocou os sentidos em verso para lembrar do tempo que Stela permaneceu em vida na trajetória dela.

A obra com 71 poemas tem ainda outras duas partes tratando sobre diferentes intensidades e formas de afeto.

“É mais de relação de amizade, relação amorosa, de desilusões amorosas, vai mais passeando por esse sentimento de se sentir às vezes meio perdida no mundo e estar procurando, sei lá, alguém que dê certo e é mais coisa de de paixonite, de amor”, afirma, lembrando Manoel de Barros ao dizer que tudo pode virar poesia.

Muitas mulheres contribuem diretamente ou indiretamente no novo trabalho de Marina Rabelo. Ela declara preferência pela leitura de autoras e poetisas, como Marise Castro, Hilda Hilst e Iracema Macedo. No livro, além dessas influências, participam com o trabalho de diagramação e consultoria Rita Machado. A revisão e texto de orelha é de Anchella Monte e o prefácio foi escrito por Priscilla Rosa. Fernanda Fernandes confeccionou  estrelas de origami para os mimos de pré-venda.

A publicação é o nono trabalho do selo “Insurgências Poéticas”, realizado pela  Offset Gráfica e Editora, e com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

Além do novo livro, Marina Rabelo é autora de Por Cada Uma (2011), Livro de Sete Cabeças (2016), Das Coisas que Larguei na Calçada (2016); e dos zines Todo Tipo de Ardor (2018), Desde que vim, o amor é aflição (2019) e CRUA (2020). A escritora também é Coautora das peças Memórias do Alecrim e de João ou Eu só queria ver os pássaros.

“Stela e outros poemas de amor” já está em pré-venda pelas redes sociais da autora e site do Insurgências Poéticas. O lançamento será virtual, devido aos protocolos de segurança ao combate da covid-19, e acontecerá no dia 11 de fevereiro, às 20h, no perfil da autora no Instagram. Participam também os poetas Priscilla Rosa e Thiago Medeiros.

Serviço:

Pré-venda do livro “Stela e outros poemas de amor” de Marina Rabelo (contato diretamente com a autora ou no site https://www.insurgenciaspoeticas.com.br)
Valor do livro: R$40,00 (frete incluso)
Live de lançamento: 11 de fevereiro, às 20h, no perfil do instagram @mardelirios

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.