DEMOCRACIA

Comjol é segunda empresa a suspender patrocínio do programa da 96 FM

A Comjol, especializada em material de construção, é a segunda empresa a anunciar o fim do contrato de patrocínio com o programa 96 minutos, da rádio 96 FM, em Natal (RN), após as agressões do jornalista Gustavo Negreiros à ativista sueca Greta Thunberg.

Ele afirmou no programa de terça-feira (24) que Greta era “histérica”, “mal-amada” e que “o problema dela é falta de sexo, com homem ou mulher”.

A decisão da Comjol sobre a suspensão do patrocínio foi informada à agência Saiba Mais no início da tarde desta quarta-feira (25). Até o momento, Unimed Natal e Comjol já decidiram pela suspensão.

Uma funcionaria da Comjol informou ainda que a empresa deverá divulgar uma nota oficial nas próximas horas em razão da quantidade de ligações que vem recebendo dos clientes, cobrando uma posição.

“A empresa vai soltar uma nota daqui a pouco. Recebemos muitas ligações de clientes e a empresa ficou preocupa porque têm muitos clientes fieis. Mas a posição oficial é que a Comjol optou pela suspensão do patrocínio porque não concorda com o posicionamento do jornalista”, disse.

As empresas Oral Sin e Patrício Metais ainda não se pronunciaram oficialmente.

O vídeo em que Gustavo Negreiros ataca a ativista sueca viralizou nos grupos de whatsaap e o levou aos trend topics do twitter.

Além das empresas que patrocinam o programa 96 minutos, o blog do Gustavo Negreiros tem o apoio da prefeitura de Natal, prefeitura de Mossoró e Assembleia Legislativa.

OAB emite nota de repúdio, mas não cita o nome do apresentador

A OAB Mulher emitiu uma nota de repúdio ao jornalista Gustavo Negreiros em razão dos ataques à ativista sueca Greta Thunberg que viralizaram no país. Segue a nota na íntegra

Nota de Repúdio

A Comissão da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Rio Grande do Norte, repudia veementemente o conteúdo de um vídeo amplamente divulgado nos grupos de Whatsapp, em que um comunicador e advogado declara em um programa de rádio que a ativista sueca Greta Thunberg, 16 anos de idade, portadora de autismo, é “preguiçosa”, “histérica”, que está “precisando” de um homem, que está “precisando de sexo”, inserindo a adolescente em um contexto de sexo e drogas.

Segundo dados da ONU, uma em cada três mulheres é ou será vítima de violência de gênero no mundo, sendo o Brasil o 5° país no ranking mundial de violência contra as mulheres.

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Rio Grande do Norte, por intermédio da Comissão da Mulher Advogada, reafirma o seu compromisso de trabalho incansável para que os princípios do Estado Democrático de Direito sejam resguardados, proporcionando às mulheres a garantia de suas liberdades individuais e sexuais, sobretudo, igualdade de tratamento.

Natal, 25 de setembro de 2019.

Comissão da Mulher Advogada da OAB/RN

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"