TRANSPARÊNCIA

Ufersa e Caern suspendem atendimento presencial depois de casos de gripe e covid entre servidores

A partir desta segunda (24) até a segunda (31) da semana que vem, o atendimento presencial na Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) está suspenso por causa de casos de gripe e covid-19 entre os servidores.

Para evitar o aumento do contágio, a recomendação no caso das atividades de pesquisa, é que sejam mantidas somente as atividades presenciais daquelas que não podem ser feitas por meio remoto. Apenas os serviços de manutenção, engenharia, limpeza e vigilância continuam funcionando normalmente.

A reitora da Ufersa, Ludililla Oliveira, havia testado positivo pra covid-19 no último sábado (22). A Universidade vinha funcionando de forma híbrida e tem retorno das aulas presenciais previsto para 14 de fevereiro. A instituição está com as aulas presenciais suspensas desde março de 2020, quando teve início a pandemia do novo coronavírus no Brasil.

Além da Ufersa, quatro escritórios da Caern (Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte) localizados em: Acari, Carnaúba dos Dantas, Equador e Santana do Seridó, estão com atendimento suspenso de hoje (24) até a sexta-feira (28) porque vários funcionários das unidades apresentaram sintomas gripais.

A orientação é que as pessoas que tiverem alguma pendência a resolver, procurem o atendimento virtual no www.caern.com.br. A Caern também disponibiliza atendimento pelo número gratuito 115, por WhatsApp no 98118-8400 e no aplicativo Caern Mobile para aparelhos celulares.

UFRN

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aprovou em 13 de janeiro o calendário acadêmico de 2022 com previsão de retorno das atividades presenciais para o dia 28 de março, quando terá início o semestre letivo 2022.1, que vai até 30 de julho. Assim como as demais redes de ensino, a UFRN também suspendeu as aulas presenciais ainda no início da pandemia, em março de 2020.

IFRN

O IFRN (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte), que também suspendeu as aulas presenciais em março de 2020, chegou a iniciar um retorno das atividades presenciais por etapas, mas suspendeu o avanço do cronograma por causa do aumento de casos de covid-19. No dia 13 de janeiro, o presidente do Conselho Superior do IFRN aprovou a exigência do passaporte vacinal para todas as unidades do IFRN no estado.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo