CULTURA

Das 30 melhores universidades da América Latina, 19 são do Brasil. UFRN é uma dessas e a única do Nordeste

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte ocupa a 28ª posição no ranking das melhores universidades da América Latina (empatada com a Universidade Austral do Chile (Chile). É a única instituição do Nordeste brasileiro entre as 30 melhores no seleto e conceituado ranking da revista britânica Times Higher Education (THE).

O novo estudo foi publicado nesta quinta-feira (14) e mostra que o Brasil é o país mais representado: entre as 30 universidades mais bem avaliadas, 19 são brasileiras. A lista completa pode ser acessada na página da publicação. O estudo é feito anualmente e a USP (Universidade de São Paulo), pelo sexto ano consecutivo, ficou em segundo lugar, atrás apenas da Pontifícia Universidade Católica do Chile, apontada como a melhor instituição da América Latina.

Ao todo foram avaliadas 197 instituições pela THE, especializada na publicação de notícias e artigos referentes a educação superior e é referência mundial na análise da área.

Para classificação, a revista leva em conta cinco aspectos: ensino, pesquisa, citações, impacto internacional e receita da indústria (transferência de conhecimento).

Governo federal corta recursos e pode inviabilizar o funcionamento da UFRN

Em 2022, o Governo de Jair Bolsonaro fez dois grandes cortes nos recursos das universidades públicas do Brasil. As três instituições federais de ensino superior localizadas no Rio Grande do Norte: a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) e o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), sofreram bloqueio em seus orçamentos, conforme anúncio do Ministério da Educação e Cultura (MEC) anunciado em junho passado.

No caso da UFRN, o bloqueio foi de quase 24 milhões de reais (R$ 23.972.313,00) em um orçamento que já havia sofrido uma redução anterior de mais de R$ 11 milhões este ano. O bloqueio mais recente terá impacto direto na manutenção de serviços como limpeza, segurança, energia e fornecimento de água da instituição, justamente, na fase de retomada de aulas presenciais.

Confira as 30 melhores universidades da América Latina:
1º- Pontifícia Universidade Católica do Chile (Chile);
– Universidade de São Paulo (Brasil);
– Universidade de Campinas (Brasil);
– Universidade Federal de São Paulo (Brasil);
5º- Instituto de Tecnologia de Monterrey (México);
– Universidade Federal de Santa Catarina (Brasil);
7º- Universidade do Chile (Chile);
– Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil);
– Universidade Federal de Minas Gerais (Brasil);
10º– Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (Brasil);
11º– Universidade Federal do Rio de Janeiro (Brasil);
12º– Universidade Estadual Paulista (Brasil);
13º- Universidade dos Andes (Colômbia);
14º– Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Brasil);
15º– Universidade de Brasília (Brasil);
16º- Universidade Nacional Autônoma do México (México);
17º– Universidade Federal de São Carlos (Brasil);
18º- Universidade Nacional da Colômbia (Colômbia);
19º– Universidade Federal de Viçosa (Brasil);
20º– Universidade Federal do Paraná (Brasil);
21º- Universidade das Índias Ocidentais (Jamaica);
22º– Universidade Federal do ABC (UFABC) (Brasil);
23º– Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Brasil);
24º– Universidade Federal de Lavras (Brasil);
25º- Pontifícia Universidade Javeriana (Colômbia);
26º- Universidade de Conceição (Chile);
27º- Universidade Federal de Santa Maria (Brasil);
28º- Universidade Austral do Chile (Chile);
28º- Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Brasil);
30º- Universidade Autônoma Metropolitana (México).

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo