Deputado eleito do RN defende terroristas e pede “sabedoria” das forças de segurança ao agir contra invasores do Congresso
Natal, RN 13 de abr 2024

Deputado eleito do RN defende terroristas e pede “sabedoria” das forças de segurança ao agir contra invasores do Congresso

8 de janeiro de 2023
2min
Deputado eleito do RN defende terroristas e pede “sabedoria” das forças de segurança ao agir contra invasores do Congresso

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

 O deputado eleito do Rio Grande do Norte sargento Gonçalves (PL) defendeu os terroristas que invadiram e depredaram o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal neste domingo (8).

Em vídeo gravado e divulgado nas redes sociais, o parlamentar que assume uma cadeira na Câmara dos Deputados em 1º de fevereiro pediu “cautela e sabedoria” às forças de segurança na hora de abordar os criminosos que participaram dos atos golpistas. Aos policiais militares e à força nacional, público a quem endereçou o vídeo, ele se apresentou como policial militar há mais de 18 anos e deputado federal eleito do RN. Gonçalves também cita Deus e Jesus Cristo em vários trechos do vídeo:

- Tivemos a informação que cidadãos invadiram o Congresso Nacional e eu peço a você, integrante das forças de segurança, que tenha muita sabedoria, serenidade, muita cautela na hora de agir contra esses homens e mulheres. Esses cidadãos que invadiram o congresso nacional não são bandidos. Na verdade são cidadãos que estão indignados cam tudo o que ocorre no nosso país, na inversão de valores, em ver bandidos sendo colocados em liberdade pela Justiça, em ver literalmente o Judiciário trazendo criminosos de volta à cena do crime e tudo isso que tem tomado de conta (sic) desse momento tão tenebroso da história do Brasil. Que vocês tenham muita sabedoria”, pediu.

Gonçalves foi eleito deputado federal na 8ª vaga da bancada federal com 56.315 votos. Na sequência do vídeo, ele ainda defende os policiais militares que assassinaram 111 presos do complexo do Carandiru, em São Paulo, em 1991:

- Lembrem, e trago à reflexão da memória dos nossos Irmãos policiais militares que foram condenados à dezenas de anos de prisão pelo fato de terem intervido na rebelião Carandiru, lembrando que aqueles que foram mortos no Carandiru eram bandidos, criminosos, mas mesmo assim aqueles policiais foram condenados a anos por esse mesmo sistema. Mesmo sistema que querem que vocês atuem contra esses patriotas que lutam pelo Brasil é o mesmo sistema que negocia por dias com criminosos que invadem propriedades privadas”, afirmou.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.