DEMOCRACIA

Governo vai estender quarentena no Rio Grande do Norte até o final de abril

A governadora Fátima Bezerra (PT) vai estender o período de quarentena no Rio Grande do Norte pelo menos até o final de abril. A Casa Civil já trabalha o texto do novo decreto para renovar as medidas em vigor que inclui uma série de restrições para estabelecimentos comerciais, transporte público e também proíbe aglomerações em locais públicos.

O decreto atual tem validade até a próxima quinta-feira (2).

O secretario de Saúde Pública do Rio Grande do Norte afirmou nesta segunda-feira (30) que o entendimento do Governo, em parceria com os outros entes, é de manter a tônica do isolamento social, do distanciamento, das restrições, necessários para ganhar tempo de preparação das redes pública e privada.

“Nesse sentido, em sintonia com os estados, a orientação é manter essa tendência pelo menos até o final de abril e ir avaliando a condição da doença”, disse.

Maia pediu que a população redobre os cuidados e mantenha o isolamento social para vencer a batalha contra o novo Coronavírus. Em entrevista a InterTVCabugi, ele reforçou a necessidade de organizar a rede de assistência para atendimento aos casos graves da doença:

“Não é hora de acharmos que o perigo passou. O desafio é acelerar a oferta de cuidados adequados para diminuir o número de óbitos”, disse.

O aumento do número de casos de Covid-19 no Rio Grande do Norte também é uma preocupação:

“Essa tem sido a tendência no Brasil e aqui no RN, com crescimento da curva em todo o mundo nesses primeiros dias”, afirmou.

O titular da Sesap explicou ainda que pessoas que não apresentem os sintomas podem contribuir para a disseminação do vírus. Por isso, a recomendação é que mesmo os municípios sem casos confirmados mantenham medidas de contenção e isolamento.

“As atividades essenciais precisam ser mantidas, mas quem pode, deve ficar em casa, e quem sai deve ter os cuidados de higiene e distanciamento”.

RN realiza 100 testes por dia da Covid-19

Servidor da UFRN trabalha em testes no Instituto de Medicina Tropical – Foto: Glória Monteiro/Cedida

No Rio Grande do Norte os testes para diagnóstico da covid 19 estão sendo realizados pelo Laboratório Central do RN (Lacen), em parceria com o Instituto de Medicina Tropical (IMT) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que possibilitou uma ampliação da quantidade de testes.

“Estamos realizando uma média de 100 testes por dia, com resultados liberados em no máximo 48 horas, o que significa uma média muito boa”, explicou o secretário.

Os testes estão sendo realizados em pessoas sintomáticas que são profissionais de saúde e em pessoas internadas com sinais de gravidade.

O Rio Grande do Norte deverá receber os testes rápidos para diagnóstico da Covid até o final desta semana.

O boletim epidemiológico divulgado na manhã de domingo (29), apontou que o RN tem 68 casos confirmados de coronavírus, além de 1.414 casos suspeitos e um óbito.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"