Ataques no RN: governadora do Estado pede novo reforço de agentes da Força Nacional de Segurança
Natal, RN 5 de mar 2024

Ataques no RN: governadora do Estado pede novo reforço de agentes da Força Nacional de Segurança

16 de março de 2023
6min
Ataques no RN: governadora do Estado pede novo reforço de agentes da Força Nacional de Segurança

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), solicitou na manhã desta quinta (16) ao ministro da Justiça o envio de mais agentes da Força Nacional de Segurança para reforçar o combate aos ataques que vêm sendo registrados no estado desde a madrugada da segunda (13).

Esse é o terceiro dia consecutivo de ataques a prédios públicos, comércios, ônibus e outros veículos. Uma parte do efetivo de 100 agentes da Força Nacional de Segurança já está em Natal desde ontem (15). Primeiro chegaram 30 policiais militares em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB). Na sequência, um segundo avião trouxe mais 70 agentes. Ainda é aguardada a chegada de uma terceira parte do efetivo, com cerca de 100 agentes e há previsão de que mais 200 sejam enviados pelo Ministério da Justiça.

De acordo com a governadora Fátima Bezerra, o Secretário da Segurança Nacional e o Secretário da Segurança Penal estão a caminho de Natal.

Uma morte e duas transferências

O principal suspeito de ter dado a ordem para início dos ataques que vêm ocorrendo no Rio Grande do Norte desde a madrugada da segunda (13) foi transferido na terça (14) da Penitenciária de Alcaçuz para um presídio federal. O líder da facção estava em isolamento em Alcaçuz, sem acesso a telefone, nem visitas. A apuração é da Agência Saiba Mais.

O setor de inteligência da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) havia detectado o planejamento de festas para arrecadação de dinheiro que seria utilizado no financiamento dos ataques. Mas, como o plano foi descoberto antes, as festas não chegaram a acontecer, algumas prisões foram realizadas e, desde então, o líder da facção estava em isolamento.

Líder de facção é transferido de Alcaçuz para presídio federal I Foto: Augusto Bezerra - Ascom Seap
Líder de facção é transferido de Alcaçuz para presídio federal I Foto: Augusto Bezerra - Ascom Seap

Outro homem identificado como possível financiador dos ataques morreu na madrugada desta quarta (15) em confronto com policiais da Divisão Especializada Em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor),  na cidade de João Pessoa, na Paraíba. Ele foi identificado como José Wilson da Silva Filho, de 29 anos. José Wilson era foragido tanto do sistema penitenciário do Rio Grande do Norte quanto da Paraíba. Ele estava escondido no bairro de Paratibe, em João Pessoa. O endereço foi encontrado através de denúncia anônima.

Suspeito de participar de ataques no RN I Foto: Deicor/ RN
Suspeito de participar de ataques no RN I Foto: Deicor/ RN

Outro preso transferido foi Judson Bezerra Araújo Batista. Ele também é suspeito de chefiar os ataques no Rio Grande do Norte de dentro da Penitenciária Lemos Brito, em Salvador. Ele foi transferido na madrugada desta quinta (16) para uma unidade de segurança máxima. O nome da unidade que vai receber o preso não foi revelado por uma questão de segurança, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap).

Outros três internos da Penitenciária Lemos Brito também foram identificados como possíveis suspeitos de envolvimentos nos ataques no RN, porém, não foram transferidos.

Judson Bezerra Araújo Batista I Foto: reprodução redes sociais
Judson Bezerra Araújo Batista I Foto: reprodução redes sociais

Prisões

Até a tarde desta quinta (16), foram presos 67 suspeitos, sendo um adolescente, oito foragidos da Justiça recapturados e dois com tornozeleira eletrônica, um com arma de fogo e outro com um galão de gasolina.

Também foram apreendidos 22 galões de gasolina, 17 armas de fogo, quatro simulacros (imitação) de arma de fogo, 50 artefatos explosivos, cinco 5 moto, dois carros, munições, produtos de furto recuperados, além de dinheiro e drogas.

Material apreendido durante atentados no RN I Foto: Sesed
Material apreendido durante atentados no RN I Foto: Sesed
Material apreendido durante atentados no RN I Foto: Sesed
Material apreendido durante atentados no RN I Foto: Sesed

Ufersa vai sediar base da Força Nacional de Segurança

A reitora da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), disponibilizou o espaço da instituição para sediar a base da Força Nacional de Segurança. Os cerca de 80 militares devem ocupar o Expocenter.

Matéria atualizada às 13h20

Saiba +

Comerciante passa duas horas dentro de loja fechada no Alecrim depois de onda de boatos: até agora não sabemos o que aconteceu!

Ataques no RN: Alecrim tem boatos de arrastão e presença de polícia nas ruas; confira serviços afetados

Frota de ônibus volta a ser recolhida em Natal pouco depois de entrar em circulação nesta quinta (16)

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.