CIDADANIA

Dono da Havan pede desculpas depois de palanque político e mentira sobre proibição de inauguração de loja em Natal

Luciano Hang em coletiva do Corpo de Bombeiros I Imagem: reprodução

Luciano Hang, o empresário proprietário das lojas Havan, foi à coletiva de imprensa organizada pelo Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte, no final da manhã deste sábado (24), pedir desculpas pelo tumultuo que causou ao mentir sobre uma falsa proibição de inauguração de uma unidade da Havan em Natal.

“Da minha parte, o ato mais importante é pedir desculpas. Desculpa pelo que aconteceu. Desde o princípio da manhã eu tinha falado com o Comandante para que a gente preservasse meu cliente e meus colabores disso tudo que aconteceu. Fomos pro embate e coloquei meu posicionamentonão vamos entrar mais em polêmica, tá tudo resolvido… vamos olhar pra frente”, desconversou.

Com público aguardando a abertura da loja, funcionários a postos de verde amarelo e trio elétrico com a presença de políticos, entre eles, o prefeito da capital potiguar, Álvaro Dias (PSDB), Hang discursou aos quatro ventos que a inauguração da loja não iria mais acontecer por causa de uma proibição do Corpo de Bombeiros.

A informação foi negada pelo Comando Geral da instituição. Apesar das três páginas do relatório técnico que apontam pendências em relação a uma série de normas, a direção da Havan foi “orientada” a não fazer a inauguração, mas em nenhum momento houve “proibição”.

Luciano Hang já tinha acesso a todas essas informações quando decidiu fazer da não inauguração um palanque político. Ao final da coletiva, o empresário ainda falou em “bom senso” para resolver o problema e deu um abraço no Comandante do Corpo de Bombeiros a quem, momentos antes, havia criticado pela “proibição”.

Antes mesmo da entrevista coletiva, o Cel. Monteiro, Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte, já havia feito uma declaração sobre o tumultuo causado por Hang e aliados.

Venho repudiar as declarações do empresário proprietário da Havan colocando na narrativa dele como se o Corpo de Bombeiros Militar fosse uma instituição de governo. Quero colocar que o Corpo de Bombeiros Militar, em todo o Brasil, são instituições de estado e, entre suas missões, está fazer com que se cumpram as normas de proteção contra incêndio e controle de pânico, que são para todos os cidadãos, seja ele de posicionamento político de direita, esquerda ou centro. A norma é para que todos cumpram”, asseverou Monteiro.

Luciano Hang em loja de Natal I Imagem: reprodução redes sociais
Luciano Hang em loja de Natal I Imagem: reprodução redes sociais

 Três páginas de pendências…

No relatório técnico elaborado pelo Corpo de Bombeiros, e que é obrigatório, foram observadas o descumprimento de uma série de medidas. Uma primeira vistoria já havia sido realizada, quando foram identificadas vários problemas relacionados à segurança da loja que colocavam em risco clientes e funcionários. Para resolver as pendências à tempo da inauguração, o Corpo de Bombeiros do RN sugeriu, através de um “Termo de Adequação”, medidas compensatórias, como a contratação de Bombeiros Civis 24 horas até que fosse concluída a execução do que o projeto original aprovado prevê. No entanto, segundo o relatório de revisão, emitido nesta sexta (23), os bombeiros verificaram que nem as medidas compensatórias haviam sido cumpridas.

CASA DE BOMBA

  1. O reservatório pode ser subdividido desde que todas as unidades estejam ligadas diretamente à tubulação de sucção da bomba de incêndio – Teoria dos Vasos Comunicantes; 2. Providenciar para que a instalação das bombas de sprinkler e hidrante (jockey, principal e reserva) para poder realizar o teste manual e automático; 3. Providenciar algum técnico para explicar tanto na prática como na teoria: a que pressão e contexto as bombas serão acionadas automaticamente e após isso constatar na prática, num rápido teste, individualizando assim, as informações de cada uma delas; 4. Providenciar a instalação das VGA’s conforme projeto; 5. Providenciar a instalação da luminária de emergência e iluminação elétrica convencional dentro da casa de bomba; 6. Providenciar o teste de funcionamento das VGA’s; 7. Providenciar o teste de endereçamento no sistema de alarme das VGA’s; 8. Providenciar a conexão das bombas com todas as tubulações do sistema de hidrante e sprinkler; 9. Providenciar o inundamento da tubulação do sistema de sprinkler para que o sistema esteja – de fato – efetivo.

SPRINKLERS / CHUVEIROS AUTOMÁTICOS

  1. Providenciar para que a distância entre o defletor do chuveiro e o teto colmeia seja no máximo de 56 cm; 2. Providenciar para que a distância entre o defletor do chuveiro e o teto/forro seja de 30 cm; 3. Providenciar instalação do ramal ou sub-ramal com diâmetro mínimo de uma polegada; 4. Providenciar instalação das VGAs conforme projeto aprovado pelo Corpo de Bombeiros; 5. Providenciar para que o engate rápido do hidrante de calçada esteja voltado para cima, não inclinado para qualquer lado e a uma altura inferior da tampa a 0,45 m conforme NBR 13714; 6. Providenciar para que a caixa de alvenaria do hidrante de fachada tenha brita, deixando o fundo permeável; 7. Providenciar para que o diâmetro do engate rápido do hidrante de recalque (calçada) seja de 63 mm; 8. Providenciar sinalização devendo ser inscrito sob a tampa a inscrição “SPK”; 9. Providenciar para que a caixa de alvenaria possua dimensões mínimas de quarenta por sessenta centímetros (0,40m x 0,60m), contendo o fundo permeável; 10. A edificação deve dispor de bicos de SPK reservas conforme NBR 10897; 11. Providenciar para que sejam instalados conforme projeto, pois a obra deste sistema está inacabada; 12. Providenciar para que os sprinklers instalados estejam num ângulo reto, porque bastantes dos que foram instalados de modo inclinado; 13. Providenciar para que as espécies de posições dos bicos sejam instaladas conforme especificado em projeto, diferente disto, está errado; 14. Providenciar para que os tipos de posições dos sprinklers, que foram instalados, estejam coerentes com o funcionamento / acionamento de cada um deles, pois alguns foram instalados de maneira equivocada.

HIDRANTES

  1. Providenciar proteção contra abalroamento nos hidrantes instalados em frente às garagens e nos estacionamentos; 2. Providenciar para que a tubulação que interliga os reservatórios tenha o mesmo diâmetro da tubulação de incêndio; 3. O hidrante que fica próximo à saída de emergência do estacionamento interno precisa ser adequado para que fique manuseável, pois o acionado está bem apertado; 4. Providenciar para que o ponto de teste não seja em PVC, e sim, em material resistente à pressão; 5. Providenciar manutenção no hidrante que tem após a saída de emergência do lado esquerdo; 6. Providenciar manutenção do segundo hidrante do lado esquerdo com vazamento.

ESCADAS / RAMPAS

  1. Providenciar para que todas elas – no(s) lado(s) em que haja(m) desnível(is) tenham amparo (guarda corpo) resistentes a impacto, como por exemplo vidros aramados ou laminados como por exemplo a rampa de acesso do estacionamento interno; 2. Providenciar guarda de material incombustível e não vazada com altura mínima de 1,30 m (I.T. 11); 3. Providenciar para que as longarinas não ultrapassem 0,15 cm conforme I.T. 11. SISTEMA DE DETECÇÃO E ALARME / SISTEMA DE ALARME 1. Providenciar instalação dos sensores conforme projeto aprovado pelo Corpo de Bombeiros; 2. Providenciar instalação dos acionadores conforme projeto aprovado pelo Corpo de Bombeiros; 3. Providenciar instalação do sistema de alarme (dispositivo elétrico destinado a produzir sons e luzes de alerta aos ocupantes de uma edificação, por ocasião de uma emergência qualquer) conforme projeto de combate a incêndio aprovado pelo Corpo de Bombeiros; 4. Providenciar para que o sistema possua duas fontes de alimentação. A principal é a rede do sistema elétrico da edificação, e a auxiliar é constituída por baterias, nobreak ou gerador devendo ter autonomia no mínimo de 15 minutos; 5. Providenciar para que o alarme geral da edificação seja audível em toda edificação; 6. Os acionadores manuais instalados na edificação devem obrigatoriamente conter a indicação de funcionamento (cor verde) e alarme (cor vermelha) indicando o funcionamento e supervisão do sistema, podendo ser dispensada a presença dos leds nos acionadores quando a central for do tipo inteligente e haja uma supervisão constante e periódica dos equipamentos periféricos; 7. Providenciar instalação da central de alarme em local de fácil acesso e sob vigilância humana 24h (5.5 – I.T. 19); 8. Providenciar para que os acionadores estejam instalados a uma altura máxima de um metro e meio (1,5m) (Art. 32 – CESIP); 9. Providenciar sinalização nos acionadores e na central de alarme conforme projeto aprovado pelo Corpo de Bombeiros; 10. Providenciar a instalação do sistema de alarme, conforme detalhado em projeto; 11. Providenciar instalação de luminárias de emergência (na sala em que fica localizada a central de alarme) conforme projeto aprovado pelo Corpo de Bombeiros. DISJUNTOR GERAL 1. Providenciar o encaminhamento desde a entrada principal para que o bombeiro chegue autonomamente; 2. Providenciar a sinalização do disjuntor geral com as placas em material fotoluminescente e o seu tamanho conforme a regulamentação – da norma – que orienta facilitando a visibilidade da localização dos equipamentos à distância ou ainda mostrando o caminho de como chegar ao dispositivo. ROTA DE FUGA 1. Providenciar sinalização em todos os sistemas instalados nas edificações, indicando aos seus ocupantes as rotas de escape, a localização dos equipamentos de combate a incêndios e procedimentos individuais em caso de sinistro conforme a I.T. 20; 2. Providenciar sinalização indicando as rotas de fuga com setas e palavras combinadas e equipamentos de combate a incêndio, sendo o material fotoluminescente (6.5.2 – I.T. 20); 3. Providenciar sinalização para a(s) saída(s) de emergência com a inscrição: “saída de emergência” (conforme NBR 9077).

SALÃO DE VENDAS

1.Sinalizar de maneira coerente a Rota de Fuga, pois em algumas situações eles indicam rotas mais long as, adequar para que fique as rotas mais próximas; 2. Providenciar para que a sinalização das medidas preventivas de combate a incêndio estejam elevadas acima dos produtos; 3. Providenciar para que seja instalado o corrimão em ambos os lados na saída de emergência na lateral da loja. PROJETO 1. Providenciar para que seja dimensionado o bombeiro civil no memorial descritivo, pois devido as contingências será necessário; 2. Falta instalar os extintores externos do estacionamento. DEPÓSITO 1. Providenciar para que a largura dos corredores do depósito tenha pelo menos 2,50 m, pois há trechos com largura de 1,80 m; 2. Existem pneus no depósito, aumenta a carga de incêndio de maneira substancial; 3. Informar que nos mezaninos do depósito serão utilizados como armazenamento de materiais que têm carga de incêndio 4. Depósito com mercadoria com mais de 3,70 m de altura, sem contar com a carga do mezanino. SUBESTAÇÃO ELÉTRICA 1. Providenciar para que se tenha paredes corta fogo, assim também como a porta, conforme detalhe em projeto. HIDRANTE PÚBLICO 1. Ficando impossibilitada a instalação de um hidrante público, deverá entregar uma cópia junto ao Corpo de Bombeiros do ofício emitido pela CAERN explicando a real situação.

DOCUMENTAÇÃO

  1. Providenciar documentação comprobatória necessária conforme INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 17/2018; 2. Providenciar quantidade da Brigada de Incêndio conforme MEMORIAL DESCRITIVO DE COMBATE A INCÊNDIO aprovado; 3. Providenciar o preenchimento do questionário da I.T.41, anexo “A” juntamente com sua respectiva ART; 4. Providenciar o plano de manutenção do sistema de hidrantes de acordo com NBR 13714, assinado por um responsável técnico registrado; 5. Providenciar laudo de aceitação do sistema de combate a incêndio, emitido por um profissional habilitado de acordo com NBR 13714, com a respectiva ART do profissional responsável; 6. Providenciar comprovação que o plano de manutenção está sendo cumprido e devidamente assinado por um responsável técnico.

VISTORIA

  1. Devido a situação contingencial do empreendimento (HAVAN, de número do processo: 16.697) mesmo a equipe tentando antever as prováveis situações, poderão surgir pendências que ainda não foram relatadas, ou ainda, readequações das pendências supracitadas, devido a atual fase, que é a de conclusão, ou seja, boa parte das prevenções ainda estão inacabadas; 2. I Sgt Samuel em 10/03/2021: deverá ser observada a largura mínima de 2,50m entre prateleiras na área do depósito; 3. Providenciar para que a estátua seja averbada em projeto tanto com sua carga de incêndio como também sua finalidade, por exemplo: informando que ela não servirá de depósito de nenhum material.

Nota Oficial do Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN), através da Diretoria de Atividades Técnicas, informa que após vistoria técnica realizada na sexta-feira (23) foram CONSTATADAS PENDÊNCIAS e IRREGULARIDADES nas estruturas ativas e passivas de Segurança Contra Incêndio na loja Havan Lojas de Departamentos – LTDA, situada na rua Cidade do Sol, no bairro Pitimbu, em Natal.

De acordo com o relatório de inspeção gerado pela Diretoria de Atividades Técnicas (DAT), baseado no Processo de Segurança Contra Incêndio e Pânico – PSCIP nº 16697, foram contabilizadas, precisamente, 68 pendências e irregularidades.

Diantes dos fatos noticiados na manhã deste sábado (24), o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN) lamenta as falas do senhor Luciano Hang e ressalta que é um ÓRGÃO de ESTADO e SEM POSIÇÃO PARTIDÁRIA, pregando sempre o princípio da isonomia. O CBMRN é uma instituição séria de grande credibilidade perante a sociedade e repudia qualquer comentário leviano que atinja a honra dos bombeiros militares.

O Corpo de Bombeiros do RN está à disposição da sociedade para atuar, como sempre tem sido historicamente pautado, pela celeridade ao processo de vistoria. Diante dos fatos e das análises técnicas, a instituição reitera, acima de tudo, o compromisso com a prevenção e a segurança da população potiguar.

Natal (RN), 24 de setembro de 2022.

Saiba+

ÁUDIO: Dono da Havan descumpriu mais de três páginas de normas técnicas, mas Bombeiros não impediram inauguração de loja em Natal

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo