Ex-alunos e monitores das “40 horas de Angicos” serão homenageados em cerimônia de 60 anos do programa
Natal, RN 25 de jun 2024

Ex-alunos e monitores das “40 horas de Angicos” serão homenageados em cerimônia de 60 anos do programa

5 de abril de 2023
3min
Ex-alunos e monitores das “40 horas de Angicos” serão homenageados em cerimônia de 60 anos do programa

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Um evento na Ufersa de Angicos homenageia nesta quarta-feira (5) 17 ex-alunos da turma pioneira da experiência das “40 horas” e dois ex-monitores que auxiliaram o educador Paulo Freire.

Em 2023, o projeto de alfabetização de adultos completa seis décadas e tem uma programação especial na cidade que fica a cerca de 170 km de Natal. O Conselho Universitário (Consuni) da Ufersa aprovou a realização de uma Assembleia Universitária Extraordinária no Memorial da universidade, onde serão entregues as primeiras Comendas do Mérito Paulo Freire.

A assembleia, às 19h desta quarta (5), homenageará os monitores Marcos José de Castro Guerra e Valquíria Félix da Silva, juntamente com 17 ex-estudantes: Maria do Ferreiro, Paulo Souza, Maria Pequena, Luzia Andrade, Anita Maria, Francisca de Brito, Francisca de França, Maria Miranda Gomes, Maria Pureza da Silva, Francisco de Assis, Maria Lúcia, Valdice Ivonete, Maria Eneide e, in memoriam, Idália Marrocos, Geraldo Alexandre Souza, Manoel Bezerra (Seu Biel) e Sebastião Xavier.

A congratulação será concedida a cidadão ou cidadã, vivo ou in memoriam, que tenha prestado relevantes serviços na educação popular, como a promoção do pensamento crítico, a defesa da democratização do conhecimento, a inovação em práticas educativas, a melhoria na qualidade da educação e a luta contra as desigualdades sociais.

Paulo Freire é declarado Patrono da Educação Brasileira | Foto: reprodução

Programação

Outros eventos fazem parte da agenda de comemoração dos 60 anos do projeto. As atividades iniciaram nesta terça (4), com o lançamento do livro “Uma viagem de Sonhos Impossíveis”, de Walter Kohan, e um debate que discutiu a atualidade do pensamento freireano.

Nesta quinta (5) pela manhã, no auditório central da Ufersa em Angicos, houve a sessão de exibição e discussão do documentário “Fonemas da Liberdade”, de Micaela Márquez e Catherine Murphy, além de outra mesa sobre os 60 anos.

Às 16h, terá o lançamento do livro “40 Horas de Angicos: Memória dos Alunos de Paulo Freire no RN”, de Higo Lima, Passos Júnior e Renata Jaguaribe, fechando à noite com a assembleia e o espetáculo “Vida de Freire”, um monólogo do Núcleo de Divulgação Científica Baobá da Ufersa.

O programa

No início da década de 1960, o IBGE estimava que cerca de 70% da população da cidade de Angicos, com idade de 15 anos ou mais, não era escolarizada. Para reverter este “apagão” educacional, que também se repetia em outras regiões do Brasil, o educador Paulo Freire levou ao interior do Rio Grande do Norte o projeto 40 Horas, uma experiência pioneira para alfabetizar jovens e adultos. 

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.