Artistas de Natal denunciam que não recebem cachês desde o ano passado
Natal, RN 20 de jun 2024

Artistas de Natal denunciam que não recebem cachês desde o ano passado

5 de junho de 2024
4min
Artistas de Natal denunciam que não recebem cachês desde o ano passado
Artistas se reúnem nesta quinta, 06, para debater a construção de um ato cobrando o prefeito de Natal, Álvaro Dias. Foto: Prefeitura do Natal

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Desde o final do ano passado, artistas de Natal estão sem receber os cachês por trabalhos realizados nas festividades de arte e cultura promovidas pela Prefeitura. É o que afirma a classe artística da capital potiguar, que nesta quinta-feira, 06, irá se reunir no Bardallos, localizado na Cidade Alta, em Natal, às 16h30, para debater a construção de um ato para denunciar esse cenário.

A espera de meses para receber o pagamento dos cachês pela Prefeitura de Natal é o caso, por exemplo, da cantora e compositora Cida Lobo, que ainda não recebeu o cachê pelo trabalho realizado na Feira Literária do Beco da Lama (FliBeco), em outubro do ano passado, e nem do carnaval deste ano. Alguns artistas locais também estão sem receber o cachê do “Natal em Natal”, festividade promovida ao final e início do ano pela Prefeitura.

“Os cachês estão demorando de uma forma absurda. Geralmente se paga o Natal em Natal, para acontecer o carnaval e assim sucessivamente. A abertura dos editais é importante e mobiliza muito trabalho, mas o descaso de pagamento dos cachês é surreal, precisamos pagar músicos, produção e demais coisas do nosso dia a dia”, denuncia a também instrumentista e produtora cultural Cida Lobo, em relato à Agência Saiba Mais.

A banda Milkshake Na Vala, formada em 2003 no bairro das Rocas, Zona Leste de Natal, também se manifestou sobre o atraso no pagamento de cachê que tem enfrentado. Nas redes, o grupo afirmou, ainda nesta terça-feira, 04, que, há quase sete meses, é vítima de uma situação de “calote”.

“No dia 08/12/2023 nos apresentamos no Espaço Ruy Pereira (Bar do Zé Reeira) compondo a programação do Natal em Natal 2023 [...] Fomos selecionados para essa apresentação por intermédio de um edital de chamada pública sob responsabilidade da Funcarte, órgão de fomento à cultura ligado a Secretaria de Cultura da Prefeitura de Natal.”

A banda afirma que, de acordo com edital publicado em agosto passado, “existiu uma dotação orçamentária para apoio às festas tradicionais e os festejos populares do município de Natal  no valor de R$546.000,00 para ser dividido entre 122 atrações selecionadas, entre elas, a Milkshake na Vala das Rocas. Porém, até a data dessa postagem, o cachê que deveríamos receber pela apresentação na categoria 'Atrações de pequeno porte', que a princípio foi prometido para no máximo antes do carnaval, não foi pago”.

Leia também - A vida de quem trabalha com arte no Rio Grande do Norte

Para tentar enfrentar essa situação e reivindicar o pagamento dos fazedores de cultura e arte, na reunião desta quinta, 06, os artistas da capital potiguar têm como objetivo, ainda, propor uma carta aberta ao prefeito Álvaro Dias (Republicanos), solicitando os cachês.

“É necessário a classe se unir para essa mobilização, para que os artistas tenham dignidade em todos os sentidos. Vamos nos valorizar”, ressalta Cida Lobo.

A reportagem procurou a Secretaria Municipal de Cultura (SECULT)/Fundação Cultural Capitania das Artes (FUNCARTE) solicitando alguma declaração sobre o atraso no pagamento dos cachês dos artistas de Natal, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria. O espaço segue aberto para manifestação.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.