Ilhados, moradores da ZN de Natal abrem vala em via para escoar água
Natal, RN 18 de jul 2024

Ilhados, moradores da ZN de Natal abrem vala em via para escoar água

18 de junho de 2024
4min
Ilhados, moradores da ZN de Natal abrem vala em via para escoar água
Cavaco do Chinês fica no conjunto Santa Cecília, no Pajuçara, no limite entre Natal e Extremoz | foto: reprodução/ Emerson Medeiros

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Moradores da comunidade do Cavaco Chinês, no Conjunto Santa Cecília, que fica no bairro Pajuçara, na Zona Norte de Natal, estão vivendo debaixo d'água depois de terem a região inteira praticamente coberta por água depois das últimas chuvas que caíram em Natal. Diante do descaso e sem ter para onde irem, os próprios moradores decidiram abrir uma vala na RN-304, a Estrada de Jenipabu, na tentativa de fazer com que a água escorra para o Rio Doce, localizado nas proximidades.

Por causa da vala na BR, que é uma das vias principais para dar acesso ao litoral potiguar, o trecho ficou marcado com intenso tumulto e um tráfego lento de veículos que geraram barricadas no local e interditaram aquele trecho da estrada. A tentativa, segundo os moradores, era chamar atenção das autoridades públicas que esqueceram daquela região, que fica no limite entre Natal e Extremoz. Segundo a população, a água no local estava no nível da cintura.

Ainda na tarde de ontem, e cansados de esperar, os próprios moradores alugaram máquinas e tratores para escoar a água no bairro e também fizeram uma vaquinha solidária para a compra de uma bomba de sucção para drenar o volume da inundação. Para acessar a comunidade, inclusive, os moradores precisam atravessar de carroça ou de barcos improvisados, com tampas de isopor.

Veja nas imagens:

Comunidade na Zona Norte alagada | foto: reprodução/ Emerson Medeiros

A RN-304 é de responsabilidade do governo estadual e procurada pelo reportagem o Departamento de Estradas e Rodagens (DER) informou que tomou conhecimento da situação, mas por causa de outras demandas, só encaminhará uma equipe para fazer reparos amanhã. A respeito do alagamento na comunidade, o DER informou que isso é responsabilidade da Prefeitura do Natal, mas que diante da situação, terá que intervir e esperar a água baixar.

A reportagem também procurou a Secretaria de Infraestrutura do Município (Seinfra) que informou que já tomou conhecimento da situação e que se trata de um problema de drenagem. Segundo a pasta, uma equipe deve ir ao local até amanhã para verificar o que será feito.

Natal não aguenta chuvas 

Natal voltou a registrar grandes volumes de chuvas ainda na tarde da última quinta-feira (13) e com ela, vieram outros problemas já conhecidas em uma cidade que não está preparada para lidar com densas precipitações, como crateras, bairros alagados, carros engolidos e jacarés passeando pelas ruas. Segundo dados do último boletim pluviométrico da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), a Grande Natal teve chuvas acima dos 100 milímetros (mm).

Depois das precipitações, pelo menos 4 lagoas de captação da cidade voltaram a transbordar, sendo 3 delas na Zona Norte. As lagoas do Santarém e Panatis, no bairro Potengi, Lagoa São Conrado, no bairro Nossa Senhora de Nazaré, e a Lagoa Jardim Primavera,no Nossa Senhora da Apresentação, não resistiram às fortes chuvas e transbordaram. 

Leia também: Depois do alagamento: como vivem os refugiados climáticos em Natal

Dobra número de lagoas em risco de transbordamento em Natal

 Em vídeo, Secretário culpa população por situação das lagoas de captação em Natal

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.