No escuro, moradores próximos do Ginásio Nélio Dias temem insegurança
Natal, RN 15 de jul 2024

No escuro, moradores próximos do Ginásio Nélio Dias temem insegurança

11 de julho de 2024
3min
No escuro, moradores próximos do Ginásio Nélio Dias temem insegurança
Ginásio Nélio Dias| foto: reprodução Prefeitura do Natal

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Moradores dos arredores do Ginásio Nélio Dias, localizado no Gramoré, na Zona Norte de Natal, sofrem com a falta de iluminação em um dos maiores equipamentos poliesportivos da capital e um dos principais espaços de lazer da região. O breu total no estacionamento do local, assusta e espanta os moradores que utilizam o espaço para caminhar, praticar esportes e passam por perto no caminho para casa.

O estacionamento do Ginásio Nélio Dias é um espaço amplo e aberto que os moradores de bairros, conjuntos e comunidades próximas, como os bairros de Lagoa Azul e Pajuçara, e os conjuntos Nova Natal e Gramoré, utilizam para realizar diversas atividades como, caminhadas, passeios de bicicletas, exercícios físicos e até eventos culturais, como feiras, shows e circo. O espaço também conta com escolas, terminais de ônibus, igrejas, lanchonetes e estabelecimentos nos arredores, sendo um dos principais pontos culturais e comerciais da Zona Norte.

Acontece que, nos últimos dias, a iluminação do estacionamento está completamente apagada, deixando a região numa escuridão total que preocupa os moradores dalí. Como é o caso de Iasmin Cruz, que desce na parada de ônibus próximo ao Ginásio e teme a escuridão na volta para casa. “Eu desço do ônibus correndo porque a volta para casa já é perigosa e, no escuro, fico com mais medo ainda. Como mulher, já ando na rua com medo sempre, e como volto das aulas já de noite, é comum que eu desça às pressas para chegar o mais rápido possível. Agora, com essa escuridão, o medo aumentou muito mais.”, desabafa a estudante de Segurança do Trabalho.

Ginásio visto de cima | foto: Ivanízio Ramos

Esse mesmo medo acomete Erika Helena, que mora na rua que fica por trás do Ginásio. Como moradora da região que costuma utilizar o espaço como forma de lazer, a atendente de telemarketing tem deixado de frequentar o estacionamento desde que a escuridão começou. “Eu costumo tanto caminhar, quanto levar meu irmão para brincar alí pelas pracinhas nas proximidades. Mas no escuro isso é impossível. Muito também pela questão da insegurança que a escuridão proporciona e o medo de que o pior aconteça. Temo tanto por mim, quanto pelo meu irmão, o que é uma pena perder um espaço tão importante para nós.”, desabafa. 

A reportagem procurou a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) para saber sobre a iluminação no local, que informou que o serviço era de responsabilidade da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL). Procurada, a pasta respondeu que:

"A SEL e a Semsur fazem um trabalho integrado na gestão da iluminação dos equipamentos esportivos, inclusive internamente o NÉLIO já recebeu iluminação de LED.

No momento, a SEMSUR está trabalhando no projeto de modernização da iluminação externa do Nelio Dias e até o final do mês inicia o trabalho de implantação dos postes e luminárias."

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.