Homofobia foi causa de assassinato de jovem advogado de Mossoró, denunciam familiares da vítima

Familiares do advogado Eliel Ferreira Cavalcante Júnior, 25 anos, contestam a versão inicial da Polícia Civil de Mossoró e defendem que o assassinato do jovem – morto por, pelo menos sete tiros no último sábado (9) – foi motivado por homofobia de um vizinho da vítima. Após o crime, a polícia apontou que Eliel teria sido morto ao ser confundido com um assaltante.